4 de fevereiro de 2010

"Couples Retreat" por Ricardo Clara

Texto originalmente publicado na Take - http://www.take.com.pt
A indústria cinematográfica norte-americana está a sofrer de uma gigantesca depressão no que diz respeito à comédia. Mas, claro está, nem tudo são espinhos. Vince Vaughn e Jon Favreau são uma gota no imenso oceano de incapacidade criativa neste género. O primeiro, por ter participado em comédias de relativo sucesso como "Os Fura-Casamentos" (2005) ou "Separados de Fresco" (2006) (no qual surge ao lado de Favreau), com boas receitas nas bilheteiras. O segundo, por uma sustentada carreira, repartida entre a realização e a interpretação, com relevo para papéis em "Impacto Profundo" (1998) e "Uns Sogros de Fugir" (2008), mas especialmente por ter sido o comandante em "Homem de Ferro" (2008), filme que coleccionou prémios, e que se prepara para ter uma sequela, já em 2010, novamente com Favreau na realização. Todos este títulos não passam de boas apostas comerciais, mas de tímidas comédias que pouco ou nada acrescentaram ao género. Se pensavamos que Vaughn e Favreau tinham encontrado um rumo, "Terapia Para Casais" vem negá-lo.

A história, simples. Quatro casais partem para uma ilha paradisíaca, convencidos de que o destino são uma merecidas férias. Errado, pois Jason (Jason Bateman) e Cynthia (Kristen Bell), mentores da viagem, passam por graves provações matrimoniais, e encontram em Eden (nome do local) uma óptima proposta de aconselhamento matrimonial. Com eles, seguem Dave (Vince Vaughn) e Ronnie (Malin Akerman), Joey (Jon Favreu) e Lucie (Kristen Davis), e o recentemente divorciado Shane (Faizon Love) e a namorada Trudy (Kali Hawk). Até que, e depois de ludibriados pelos interessados, descobrem que Eden não é realmente o que parece. Se uns casais estavam sólidos, deixam de o estar, para os que necessitam de ser salvos verem a sua tarefa dificultada pelos estranhos métodos de Marcel (Jean Reno).

Terapia Para Casais, como já demos a entender, é uma pobre desculpa de comédia. Penosamente escrito e interpretado, revela uma incapacidade gritante na complicada arte de fazer rir, como se propunha desde o início. Aliás, o que mais incomoda nesta nova tendência norte-americana é a repetição até à exaustão das mesmas piadas, nos mesmos contextos, sem nunca largar o escabroso ou a conotação sexual brejeira. Por aqui, aposta-se que em 2010 teremos mais desta obsessão em enveredar por caminhos (re)pisados e que não oferecem absolutamente nada de novo ao cinema comercial, o que nos assusta, até porque começa a ser cada vez mais comum assistirmos a filmes de elevada qualidade que ficam às portas da exibição na tela, e que são chutados directamente para cinema em casa, só para ceder aos caprichos das produtoras e distribuidoras que não se cansam de estar obcecadas pelos mesmos temas.

Título Original: "Couples Retreat" (EUA, 2009)
Realização: Peter Billingsley
Argumento: Jon Favreau, Vince Vaughn, Dana Fox
Intérpretes: Vince Vauughn, Jason Bateman, Jon Favreau, Faizon Love, Malin Akerman, Kristen Bell, Kristin Davis, Kali Hawk, Jean Reno
Fotografia: Eric Alan Edwards
Música: A.R. Rahman
Género: Comédia
Duração: 113 min.
Sítio Oficial: http://www.couplesretreatmovie.com/

Sem comentários: