3 de março de 2010

Fantasporto 2010 - Dia 9


Depois de mais de uma semana o festival começa a tornar-se uma rotina. O som de chamada para sessão é o único relógio a que obedecemos, as caras que nos rodeiam tornaram-se familiares, os anúncios começam a cansar. O que muda sempre são os filmes.

Ontem a selecção foi bastante variada. De tarde uma adaptação húngara de Stanislaw Lem e uma história de amor proibido na corte imperial há mil anos. Há noite começaram os dilemas pois o cinema fantástico e Orient Express estavam na sala pequena e a Semana tinha o exclusivo da sala grande.

Na sala pequena tínhamos em "Salvage" um cerco montado, uma mãe desesperada e um monstro naufragado, logo seguido por "Merentau", uma injecção de adrenalina e artes marciais numa história de tráfego de pessoas.
O destaque dado à Semana com o Grande Auditório foi justificado pois a adaptação de Tchekov "Ward Nr 6" apesar de ser estranha e demasiado intelectual, é mais apelativa para o público em geral. Quanto ao segundo filme, "Deliver Us Fom Evil" é uma fenomenal surpresa que fala de perda, raiva, loucura, o efeito multidão, dever e civismo. A fotografia e as interpretações tornam o trabalho de Bornedal no melhor que deu até agora no festival. Magnífico.

Hoje o prato forte serve-se às 21 horas com cinema português ("Embargo" baseado em Saramago) e o vencedor de um BAFTA "Fish Tank". Pela noite dentro tanto temos a "Diva" de Beinieix como a divina Megan Fox.

1 comentário:

Jolix disse...

Realmente o "Deliver us from Evil" é um filme espectacular! Apesar de, à primeira vista, ser um filme parado, é um filme cheio de "sumo"... Recomendo a todos amantes do cinema, e a todos que gostem de passar bons momentos em frente ao ecra