10 de dezembro de 2010

E com este faz 50



Com a chegada às salas de "Tangled, para Portugal está eminente, a Disney atinge o redondo número de cinquenta longas-metragens de animação de fabrico próprio.
Lançaram um vídeo comemorativo que pode ser considerado um teaser para o mais recente projecto, mas que vale pela razões históricas: por onde passou o mundo do Mickey Mouse desde que ousaram fazer "Snow Ehite and the Seven Dwarfs".

Sonorizado por Brandi Carlile, eis dois minutos de recordações maravilhosas.


Inspirado num top 10 feito pelo Split Screen, eis aqueles que mais me encheram as medidas

1The Lion King
2The Little Mermaid
3Beauty and the Beast
4Alladin
5Mulan
6Peter Pan
7Pocahontas
8Sleeping Beauty
9The Great Mouse Detective
10Hercules

Não fiz um top baseado em critérios cinéfilos ou como um crítico de cinema. Fiz como um miúdo que cresceu a ver filmes Disney diariamente e repetidos até à inatingível exaustão. Não os listei por qualidade técnica da animação, pelo argumento ou pelas vozes, apenas por quanto os queria ver e quão maravilhado fico ao vê-los.
Para fazer esta lista, primeiro apontei todas as longas animadas Disney de que me lembrei: 42. Removi as dez que não vi, algumas que sabia não merecerem estar num top 10 e fiquei com mais de 20 filmes dignos dessa restrita lista.

Começou o processo de selecção. Os três primeiros foram fáceis de escolher porque além de estarem no top Disney, são do meu top de filmes: "The Lion King", "The Little Mermaid" e "The Beauty and the Beast". Logo depois "Aladdin" e "Mulan". Ou foi mesmo um período de ouro, ou este ranking está claramente dominado pelas minhas emoções...

Os três seguintes foram mais difíceis de ordenar pelo que ficaram alfabeticamente, mas "Peter Pan", "Pocahontas" e "Sleeping Beauty" eram também obrigatórios neste top.

Para concluir e tendo uma dúzia de títulos merecedores em falta, optei por retribuir ao "Rato Basílio" uma aposta que ganhei há muitos anos sobre esse filme. Para o décimo lugar "The Sword in the Stone", era o favorito, mas não consegui resistir a colocar o meu guilty pleasure "Hercules".

Sem comentários: