6 de dezembro de 2010

"Paranormal Activity 2" por David Solé


Original publicado a 12 de Novembro no Klowns Asesinos.

O êxito de bilheteira da primeira "Actividade Paranormal" que Oren Peli realizou em 2008 conseguiu cativar uns e enfurecer outros, criando controvérsia sobre o efeito aterrorizador de algumas das suas sequências ou o aborrecimento mostrada nas cenas de menos peso. Contudo as más críticas que recbeu por uma parte da crítica não evitaram que se tentasse rentabilizar a enorme adesão que o filme teve em salas de todo o mundo, tornando evidente uma sequela que não se faz esperar. Uma sequela de maior orçamento, dirigida por um novo realizador, mas que seguiria a trama e o sempre eficaz formato do vídeo doméstico.

A história volta atrás no tempo, mais ou menos 60 dias, e acompanha a chegada de um recém-nascido ao seu novo lar, que terá de suportar as intermináveis gravações de vídeo de uns pais babados. Isot é utilizado pelo realizador como pretexto para dar esse aspecto amateur ou doméstico à história, já que, como era de esperar, grande parte do fimle usa cenas de câmara na mão. As inquietantes sequências nocturnas usaram como desculpa o roubo que terá lugar na propriedade dos protagonistas, que obriga estes a encher a casa de câmaras de video.
Então será novamente esse o atractivo e propósito do filme, abrirmos a porta de uma casa que poderia perfeitamente ser a nossa, para nos contarem uma história quotidiana de gente próxima, e contagiarem-nos com esse crescente ambiente sobrenatural onde acabamos por ser voyeurs de uns terríveis eventos em que a única coisa a fazer é assustarmo-nos.


Desta vez o realizador da fita é Tod Williams que continua de maneira acertada a trama elaborada por Orem Peli no filme original, complementando-a na perfeição, e sobrepondo ambos os sucessos em diferentes momentos do filme. Uma história paralela que apesar de resultar em mais do mesmo, em vários momentos electrizantes consegue que se repita o que Oren Peli transmitiu na primiera: tensão, incerteza e sustos.

Um dos alicerces que suporta "Paranormal Activity 2" é que, enquanto a acção no primeiro filme seguia a um ritmo estático quando fornecia os momentos mais assustadores, esta segunda entrega tem a possibilidade de levar a acção de uma divisão para outra da casa, e mover-se pelas diferentes câmaras espalhadas pela equipa de segurança no filme.

Em resumo, um filme que continuará a criar controvérsia entre a crítica e embora não seja recomendável para aqueles que não encontraram nada interessante na primeira, será um bom complemento para aqueles que chegaram a sentir calafrios com "Paranormal Activity".

Se não chegar, os japoneses, para quem esta história calha mesmo a gosto, criaram uma sequela da primeira "Paranormal Activity: Tokyo Night" que será dirigida por Toshikazu Nagae e prevê-se que estreie em princípios de 2011.

Paranormal Activity 2Título Original: "Paranormal Activity 2" (EUA, 2010)
Realização: Tod Williams
Argumento: Michael R. Perry, Tom Pabst, Christopher B. Landon
Intérpretes: David Bierend, Brian Boland, Molly Ephraim, Katie Featherston, Seth Ginsberg, Sprague Grayden, William Juan Prieto, Jackson Xenia Prieto
Fotografia: Michael Simmonds
Género: Horror, Mistério, Thriller
Duração: 91 min.
Sítio Oficial: http://www.paranormalmovie.com/

Sem comentários: