31 de julho de 2010

Todos vão pelo cinema, mas alguém vai pelos filmes?

O festival de Avanca 2010 aproxima-se do final. Entre conferências e workshops internacionais acaba por ser mais um encontro do que um festival. Provas? Em três dias vi apenas uma sessão. Quem costuma acompanhar este blog sabe que é mais provável eu ver sete filmes num dia do que um filme em sete dias pelo que algo estará errado. Não, em Avanca é mesmo assim.
Dão-nos em cada edição grandes filmes e cinquenta e duas semanas de espera até vermos os seus criadores. No ano seguinte entre júris e formadores esses realizadores estão todos acampados na escola Egas Moniz. Como em qualqer festival que se preze a melhor forma de conviver com cineastas e cinéfilos é em torno de cervejas pela noite dentro. Só que em Avanca os dias são mais longos. Para acordar cedo depois de uma noitada, aprender a fazer cinema é das poucas motivações que resulta.

Fazer um festival é uma dádiva ao mundo, mas uma enorme responsabilidade e preocupação para os organizadores. É preparar a casa para uma festa e receber centenas ou milhares de visitas. Terminando a festa resta arrumar a casa e esperar pela próxima vez, em casa de outro.
Avanca é assim. Vimo-los em festivais de todo o mundo apresentando filmes, vencendo prémios, conhecendo a "concorrência" e convivendo com amigos. Mesmo em Junho e Julho - em vésperas do próprio festival e com a enorme carga de trabalho associada - estiveram em outros festivais de curta-metragem.

Ir a um festival é tirar férias da vida quotidiana e partir sem responsabilidades para junto de amigos. Visitar a casa deles relaxadamente como convidado, mas estar pronto para dar uma mãozinha no que for preciso sempre que falte algo.
Em Avanca nem tanto. A equipa está oleada e cada um trabalha por si e pelo outros. Até pode faltar o director, desde que não falte o porco no espeto ninguém apontará falhas. Continua a ser o lugar onde se quer estar em comunhão cultural.

Em Avanca existe um grupo cada vez mais heterogéneo de pessoas. Espectadores, cineastas e estudiosos ficam instalados em hotéis ou em tendas. Almoçam na cantina da escola e jantam em restaurantes ao longo da estrada nacional. Assistem a filmes no centro paroquial e consideram como ponto alto os festejos na feira gastronómica local. Avanca não tem as galas que as figuras políticas querem para um ou dois dias, tem aquilo que as pessoas comuns precisam no dia-a-dia: cinema sem complicações.

Finalmente quero deixar registado o nosso apoio incondicional ao António Costa Valente que atravessa um momento muito difícil. O festival dele está em boas mãos e espera-o. Seja hoje, amanhã ou em 2011.

30 de julho de 2010

Posters e Banner de "Sucker Punch"


Em Março vai estrear um filme com um lote invejável de actrizes. Vejam que tal parece
o primeiro projecto original de Zack Snyder:


Emily Browning

Abbie Cornish

Jena Malone

Vanessa Hudgens

Carla Gugino

Jamie Chung

29 de julho de 2010

Posters de "Green Lantern"


Enquanto os dois primeiros posters são opostos, os dois seguintes emparelhados transmitem uma mensagem. Cada vez mais um poster por si só não tem valor.





28 de julho de 2010

Abertura Oficial de Avanca


Comemorando a 14 edição ininterrupta, a Cerimónia de Abertura da Competição Internacional do "AVANCA’10 – Encontros Internacionais de Cinema, Televisão, Vídeo e Multimédia" será hoje pelas 22h no Auditório Paroquial de Avanca.

Dois filmes fazem a sua estreia mundial nesta cerimónia, marcando o início da competição internacional que este ano recebeu filmes de 72 países.
"Conto do Vento" de Cláudio Jordão e Nelson Martins, uma obra de cariz fantástico em animação 3D passada em 1750 numa aldeia do norte de Portugal e "A ria, a água, o homem" de Manuel Matos Barbosa com a voz do actor Joaquim de Almeida, são os dois filmes de animação portugueses que aqui fazem a sua estreia mundial.
A abertura do festival é ainda marcada pela exibição do filme "The Confession" de Tanel Toom que acaba de ganhar o OSCAR atribuído pela Academia Americana para o melhor filme realizado numa escola de cinema.
Como tradicionalmente, os autores dos filmes premiados na edição de 2009 irão receber os seus prémios na cerimónia de abertura.
Ao longo do festival, que decorre até domingo dia 1 de Agosto, serão exibidos filmes de longa e curta-metragem, ficção, animação e documentários, numa programação marcada por 33 estreias mundiais e a quase totalidade dos filmes exibidos em estreia nacional.

Pela primeira vez, uma conferência internacional irá marcar o festival, reunindo académicos e investigadores de cerca de vinte países que apresentarão 141 comunicações sobre a investigação mais recentes à volta do cinema.
"AVANCA|CINEMA - Conferência Internacional de Cinema - Arte, Tecnologia, Comunicação" é uma conferência que tem o propósito de promover Portugal como pólo aglutinador e dinamizador de novos conhecimentos, proporcionando aos investigadores nacionais e estrangeiros a troca de experiências e informação, que servirá para dinamizar e projectar o estudo nas áreas do cinema, arte, tecnologia e comunicação.
Dividido entre dois espaços, no Auditório Paroquial de Avanca será exibida a competição internacional de cinema e vídeo com sessões às 18h, 22h e 23.45h.
No Multimeios da Escola Egas Moniz terá sessões constantes ao longo do dia, exibindo os documentários seleccionados para a competição de televisão, filmes em panorama e grande parte da Competição Avanca.

Tendo a Competição Avanca sido criada há já alguns anos para exibir a produção cinematográfica da região, tem este ano 29 obras em competição, demonstrando um forte incremento da produção na região. Destes, 23 fazem a sua estreia mundial no AVANCA'10.

27 de julho de 2010

"The A-Team" por Nuno Reis

Agora as séries são investimentos mais caros, mais produzidos e mais publicitados do que os filmes. Têm melhores realizadores, melhores actores e conseguem num dia ter mais espectadores do que muitos filmes em toda a sua vida útil. Que saudades dos anos 80 e das séries de outrora, quando a televisão ainda era um parente pobre do cinema e as séries um mero entretenimento para ocupar as tardes. Nesses tempos as crianças começavam a ter os seus primeiros heróis de carne e osso, fossem solitários como MacGyver e Michael Knight ou equipas como o Esquadrão Classe A. A vantagem das séries é que até podiam ser vistas com os pais (ao contrário dos desenhos animados da primeira infância). Com o tempo essas crianças cresceram, foram trabalhar em cinema e assim que tiveram dinheiro e poder... começaram a tentar facturar com os seus heróis.

“Se tiver um problema, se ninguém mais puder ajudar, se os conseguir encontrar, talvez consiga contratar o esquadrão Classe A”. A frase com que começavam os adorados episódios não se faz ouvir no genérico inicial. Aqui vamos conhecer as origens desta equipa de élite: como Hannibal inventa os seus planos, como Face se mete em sarilhos por causa das mulheres, de onde lhes veio o hábito de tirar Murdock do hospital psiquiátrico e como o valente B.A. ganhou o medo de voar. É o entrar num mundo louco de adrenalina (ou regressar) onde organizações governamentais lutam nos bastidores pelo poder e os homens honestos são acusados de crimes que não cometeram.

Quem for fã da série vai gostar do filme, rico em detalhes que homenageiam o original. Apenas a carrinha foi um saudosismo inútil. A personagem Pike está ineficaz, mas como é interpretada por um dos argumentistas é normal que se tenha extravasado um pouco em busca de mediatismo. As explosões são um exagero que não ficam bem neste “episódio piloto”. É um blockbuster com um mínimo de qualidade, coisa rara.


Título Original: "The A-Team" (EUA, 2010)
Realização: Joe Carnahan
Argumento: Joe Carnahan, Brian Bloom e Skip Wood (baseados na série de TV)
Intérpretes: Liam Neeson, Bradley Cooper, Quinto 'Rampage' Jackson, Charlto Copley, Jessica Biel, Patrick Wilson, Brian Bloom
Fotografia: Mauro Fiore
Música: Alan Silvestri
Género: Acção, Aventura, Thriller
Duração: 117 min.
Sítio Oficial: http://www.ateam-movie.com/

26 de julho de 2010

Primeiros números do "Balas 3"

Após uma semana do lançamento do site oficial do filme "Balas&Bolinhos – o último capítulo", a visibilidade é notória. Só no primeiro dia em que o site esteve online, contabilizamos 5750 visualizações.
Nas redes sociais, como Facebook, o grupo oficial do filme teve 3600 membros só na primeira semana.
12 blogues a nível mundial noticiaram o regresso da saga, sem qualquer intervenção da nossa parte.

Empresas entram em contacto com a produtora a disponibilizar os seus serviços e produtos, os fãs, apoiam o filme de todas as maneiras que lhes é possível, começamos assim a receber apoios.

Com mais de 80 aplicações à equipa técnica, e mais de 90 pessoas presentes no primeiro casting, a Lightbox decidiu fazer um novo casting dia 31 de Julho e 1 de Agosto no CACE cultural do Porto.

Ainda está presente no site o teaser do filme, primeiro filme Português a ter um teaser sem data de rodagem marcada.
Sempre a marcar a diferença.

Balas e Bolinhos 3 - O Último Capítulo

Alguns feómenos dispensam apresentações pelo que coloco já a citação:
[...]Este filme é para ti, aquele que nunca esqueceu o Tone, Rato, Culatra e o Bino, ou para aquele que quase todas as semanas revisita os filmes ou ainda para aquele, que conhece todos as passagens de diálogo das personagens. Para todas estas pessoas que mantiveram "os Balas", vivos e actuais e parte integrante do seu dia-a-dia, das suas vidas e que não perdiam a mais pequena oportunidade para se divertirem e dar a conhecer aos amigos e familiares, a quadrilha mais louca do cinema português.

Vamos fazer mais um filme. Voltamos já.


Sim, vamos ter um "Balas e Bolinhos 3".O casting terá lugar este fim-de-semana no Porto e esta terceira parte promete mais uma vez revolucionar o cinema nacional.



O Antestreia foi ainda o primeiro site a ter acesso ao comunicado a ser divulgado amanhã. Se o quiserem ler voltem dentro de meia hora.

Para informações actualizadas vejam o site oficial e o vosso Antestreia. Mais novidades para breve.

Late Late Show With Daniela Ruah

A internacionalização das estrelas portuguesas é um acontecimento raro e sempre aplaudido como um feito de toda a nação. Além da nossa grande Maria de Medeiros tivémos Joaquim Almeida por muito tempo em Hollywood (até adoptar a nacionalidade) e uma breve participação de Lúcia Moniz num filme inglês. De momento a exilada favorita é uma luso-americana que passou das novelas nacionais para as novelas americanas.
Parece estar a ter êxito e como tal vai sendo convidada para talk shows e faz alguma promoção do nosso pequeno país. Não lhe gabo o gosto de cerveja nem de género cinematográfico, mas tirando isso teve um grande momento televisivo que ajudou à imagem.




O sucesso foi conseguido, veremos se tem mais do que quinze minutos de fama.

Insólitos (new) York

Construir uma Estrela da morte pode ser caro, mas há formas de financiamento melhores do que roubar....

Reuters

25 de julho de 2010

Avanca: estudando o Cinema

"AVANCA|CINEMA - Conferência Internacional de Cinema - Arte, Tecnologia, Comunicação" é o evento que pela primeira vez reúne em Portugal mais de uma centena de investigadores e docentes universitários de instituições de cerca de vinte países para apresentarem 141 comunicações sobre a investigação mais recentes à volta do cinema.

A conferência tem o propósito de promover Portugal como pólo aglutinador e dinamizador de novos conhecimentos, proporcionando aos investigadores nacionais e estrangeiros a troca de experiências e informação, que servirá para dinamizar e projectar o estudo nas áreas do cinema, arte, tecnologia e comunicação.

Integrada no “AVANCA’10 - 14º Encontros Internacionais de Cinema, Televisão, Vídeo e Multimédia”, a conferência irá acontecer entre os dias 28 e 31 do corrente mês, na Escola Egas Moniz em Avanca.

Entretanto, a Comissão Científica constituída por doutorados de 10 universidades de 7 países analisaram a relevância da investigação proposta e escolheram as comunicações que estarão presentes na conferência AVANCA|CINEMA.

O cinema, que vive um momento particularmente importante de grandes transformações ao nível da tecnologia, da narrativa e da forma como se relaciona com os públicos, terá assim em Avanca, distrito de Aveiro, um espaço multicultural e transversal de pensamento e debate, inédito no nosso país.

O maior contingente de investigadores vêm de universidades e centros de investigação do Reino Unido, França, EUA, Espanha, Brasil, Índia, Coreia do Sul, para além de Portugal. Estão também inscritos investigadores de países como África do Sul, Canadá, Emirados Árabes Unidos, Eslovénia, Filipinas, Hong Kong, Irão, Israel, Japão, Singapura, Tunísia e Turquia.

A melhor comunicação será distinguida com o Prémio Eng. Fernando Gonçalves Lavrador, em homenagem póstuma a um dos mais relevantes investigadores portugueses na área da Semiótica, Estética e Teoria do Cinema, cuja obra é fundamental e universal.

O AVANCA|CINEMA é uma organização do Festival de Cinema AVANCA’10 em parceria com a Universidade de Aveiro, Universidade de Coimbra, PAPERA, MCTES/Fundação para a Ciência e a Tecnologia, Unidades de Investigação ID+, CIAC e as sociedades científicas IAMS e debatEVOLUTION. Conta ainda com os apoios locais da Câmara Municipal, Junta de Freguesia e Escola Egas Moniz de Avanca.


A propósito, viram estes prácticos livros no Um Dia Fui Ao Cinema?

"El Secreto de Sus Ojos" por Nuno Reis

Perguntando a qualquer um qual foi a grande surpresa dos Oscares na edição deste ano a resposta não fugiria muito da categoria de melhor filme em língua não-inglesa. Com o passar do tempo e o estrear do filme um pouco por todo o mundo (mérito desse troféu) as opiniões mudaram. Já não era tão grande surpresa, já não era chocante que nem "Das Weisse Band" nem "Un Prophéte" tivessem ganho porque talvez não fossem melhores. A Argentina (em co-produção com Espanha) tinha apresentado um candidato que apesar de comercialmente discreto conquistou o galardão com todo o mérito.

Benjamín Esposito está reformado e começa a escrever um livro. O que começa por parecer um romance revela-se rapidamente como um crime brutal. Esposito está a escrever inspirado num caso real. Um caso que ele próprio tentou resolver e que, vinte e cinco anos depois, ainda o atormenta. Mais do que uma etapa da sua vida, foi aquele crime que definiu toda a sua existência até aquele momento. Este livro poderá dar-lhe uma oportunidade nunca conseguida de esquecer e seguir em frente, mas para isso terá de recordar tudo o que aconteceu.

A narrativa do filme divide-se claramente em dois períodos. Um começado em 1974 quando Irene Menéndez Hastings entrou ao serviço como chefe de Esposito. Nessa época Esposito tinha de tomar conta do seu subordinado Sandoval, a braços com um problema de alcoolismo, mas faziam uma boa dupla. Este caso ajudou a criar uma forte ligação entre Irene e Esposito que devido às diferenças de classe e idade nunca admitiram amarem-se. O segundo período é o de escrita do livro em 2009. Esposito volta ao seu antigo escritório para se reencontrar com Irene e pedir a sua ajuda e apoio neste projecto. Ambos sabem que as recordações podem ser perigosas, mas também sabem que precisam disso para esquecer.

"El Secreto de Sus Ojos" é um magnífico exercício de cinema nas suas variadas componentes. Um argumento trabalhado e com atenção aos detalhes traz-nos um dos maiores thrillers deste século. Transmite a alma e o ser argentino, com detalhes políticos, culturais e mesmo futebolísticos que farão as delícias de quem conheça o país. A realização sem a mais pequena falha e com imensas provas de mestria prova que o realizador de "El Hijo de la Novia" não teve apenas sorte, é simplesmente um dos maiores realizadores da actualidade. Mesmo áreas normalmente negligenciadas no visionamento de um filme como montagem, som e fotografia aqui dão nas vistas.
Qanto aos actores são fenomenais. Ricardo Darín lidera um elenco pequeno, mas talentoso. Carla Quevedo teve o papel mais ingrato por apenas aparecer em flashes do passado como símbolo da mulher bela e simples a quem a vida foi injustamente tirada. No entanto é ela o móbil de toda a trama. É o amor por ela e consequente ódio por quem a matou que vai mover o desgostoso marido e as forças da lei nesta longa missão. Darín e Soledad Villamil ficaram com a difícil missão de dar jus ao título e actuar com os olhos. Tudo o que não é dito é transmitido pelo olhar deles. Apenas a máquina de escrever sem uma letra consegue façanha semelhante. Um aplauso merecido para a equipa de caracterização que conseguiu, entre anos retirados e anos dados, transformar os actores em convincentes vítimas do tempo.

A vantagem de ter ganho o Oscar foi a publicidade imediata que teve por todo o mundo e consequente distribuição. Estreou cá nove meses depois, mas em países como Itália apenas chegou no mês passado e noutros como Reino Unido, Alemanha e Países Baixos ainda vão esperar mais umas semanas. É um filme que tem de ser visto - de preferência em grande ecrã - e rever também não vai saber mal. Não é perfeito, mas melhor de 2010? Sim, sem dúvida.

Título Original: "El Secreto de sus Ojos" (Argentina, Espanha, 2009)
Realização: Juan José Campanella
Argumento: Juan José Campanella e Eduardo Sacheri (também autor do livro)
Intérpretes: Ricardo Darín, Soledad Villamil, Guillermo Francella, Pablo Rago
Fotografia: Félix Monti
Música: Federico Jusid e Emilio Kauderer
Género: Drama, Romance, Thriller
Duração: 129 min.
Sítio Oficial: http://www.elsecretodesusojos.com/

24 de julho de 2010

É hoje o dia de fazer história

Vinte e quatro de Julho é o dia de recolha de vídeos para construir o documentário Life In A Day. O coordenador é apenas Ridley Scott.
Façam parte de um filme e da História do mundo num acontecimento sem paralelo.

23 de julho de 2010

Amanhã... Avanca!

A 14ª edição do "AVANCA'10 – Encontros Internacionais de Cinema, Televisão, Vídeo e Multimédia" abre com retrospectivas no Espaço Rosa dos Ventos em Montemor-o-Velho, Estúdio PerFormas em Aveiro e na FNAC em Vila Nova de Gaia.

Em Montemor-o-Velho, na noite do próximo dia 24, pelas 20.30h, serão projectados filmes seleccionados nas últimas edições do AVANCA. Este ciclo terá continuidade nos dias 6 e 7 de Agosto, numa organização do Festival e da Cooperativa Teatro dos Castelos.

Em Aveiro, o Espaço PerFormas, no Teatro Avenida, organiza o "DOC-TIME – Ciclo de Cinema Documental" nas noites de 29 e 30 de Julho, 5, 6, 12 e 13 de Agosto, sempre pelas 22.30 horas. Este ciclo de cinema reúne documentários de todo o mundo exibidos no festival AVANCA, porque, segundo a organização, vale a pena confrontarmo-nos "olhos nos olhos".

Em Vila Nova de Gaia, também a FNAC organiza uma retrospectiva no seu espaço Forum do Gaiashopping, exibindo vários filmes do AVANCA. As exibições estão previstas para os dias 26 e 27 do corrente mês, sempre pelas 17 horas.

Entretanto, novas exibições dos filmes do AVANCA'10 irão acontecer em vários pontos do país, nomeadamente Matosinhos, Lisboa e Açores. Está igualmente prevista uma exibição na Valónia Belga.

O AVANCA'10, que está já a exibir cinema português e cujas competições internacionais se iniciam na próxima quarta-feira dia 28, recebeu já um grupo de jovens voluntários, vindos de países tão diversos como a Coreia do Sul, EUA, Estónia, Eslováquia, Espanha, França, Marrocos, Montenegro, República Checa, Sérvia,Taiwan e Turquia. São jovens que vêm ajudar na montagem dos espaços onde decorre o Festival.

Com workshops orientados por personalidades do cinema mundial, conferências, exposições e sobretudo filmes de longa e curta-metragem, ficção, animação e documentários em competições internacionais diversas, o AVANCA'10 é sobretudo marcado por ser um espaço único de debate, informação e formação de cinema, onde grande parte dos participantes acampam no espaço onde decorrem os trabalhos.

Organizado pelo Cine-Clube de Avanca e Câmara Municipal de Estarreja, este evento tem o apoio do ICA/Ministério da Cultura, Instituto Português da Juventude, Região de Turismo do Centro, DeCA / Universidade de Aveiro, ESAP, Teatro Aveirense, Junta de Freguesia, Agrupamento de Escolas e Paróquia de Avanca, para além de várias entidades locais.


Contactos:
Cine-Clube de Avanca
3860-078 Avanca
tel – 234.884174
fax - 234.880658
movies@avanca.com

22 de julho de 2010

Trailers combinados

O cinema de Verão costuma ter muita acção, violência e mulheres. O site safe for work da Playboy fez uma compilação das mulheres que vão encher as telas desde "Iron Man 2" até ao fecho da temporada com "Machete" e "Resident Evil: Afterlife".

O trailer deveria estar aqui, mas eles não permitem a partilha do video noutros sites. Felizmente não impedem os links para lá.

E para os leitores que filme será o maior guilty pleasure do ano?

Clips de "Scott Pilgrim vs. the World"

Já vem tarde, mas mais vale tarde do que nunca.

Ao longo da semana foram saindo alguns vídeos exclusivos do filme "Scott Pilgrim vs. the World". Cada um de sete sites teve direito a um video para determinado dia. Apresentamo-vos a colecção completa vinda da conta oficial YouTube.

São indicados os sites e títulos dos vídeos caso os queiram procurar na versão original.

Empire
Prepare


Ugo
Hey!


Moviefone
Love


HitFix
Ramona


Metacafe
Fight!


Coming Soon
Yeah


JoBlo
What?


De que trata o filme? Começo por dizer que é mais uma adaptação de BD. Scott Pilgrim (Michael Cera) tem de enfrentar todos os ex-namorados da rapariga que ama (Mary Elizabeth Winstead) para a conquistar. Entre eles estão actores como Chris Evans, Brandon Routh, Jason Schwartzman...

Site do filme
Site da BD

21 de julho de 2010

Aliança transatlântica

Costumo dizer que a SciFiWorld é a maior revista de cinema de Espanha. E também costumo dizer que fazem excelentes parcerias.
Hoje atingiram um patamar ainda maior ao associarem-se à poderosa Shock Till You Drop para cobrirem o mercado americano de cinema fantástico.
Podem ler aqui o que os leitores da revista irão ganhar com essa parceria.

20 de julho de 2010

"She's Out of My League" por Nuno Reis


Passageiro: You shouldn't be using your cellphone. It's bad for the plane.
Patty: Excuse me. Are you a plane doctor? No. So shut the hell up.


No seguimento do texto de ontem falemos então de Molly, organizadora de eventos. Segundo Kirk ela é demais e o mundo concorda. Para a descrever com uma palavra só poderá ser arrebatadora e quem olha para ela dá-lhe nota máxima na famosa escala de 10. Já Kirk foi educado numa família disfuncional (por exemplo o irmão é interpretado por Kyle Bornheimer, Sam Briggs da série "Worst Week") que gosta mais da ex-namorada de Kirk do que do próprio, tem nos colegas de trabalho no aeroporto os únicos amigos e confidentes, também eles medianos 6 na escala de avaliação.
Em "She’s Out Of My League" temos um caso de oito e oitenta. De um lado o homem vulgar, sem beleza, inteligência, dinheiro ou talento. Do outro uma mulher linda, divertida, empreendedora e bem sucedida. Sem nada em comum, o destino acaba por os juntar através de um iPhone perdido no aeroporto. Agora cabe a cada um deles esforçar-se em manter uma relação que todos condenam à partida.

É uma comédia inteligente quanto baste. Entre personagens e situações já foi tudo visto repetidas vezes, sendo a mistura um bocado melhor e mais original. A declaração de Kirk à ex-namorada poderia ser uma belíssima cena do bizarro, mas chega demasiado cedo, quando ainda o espectador não está ambientado e fica um pouco perdida. Melhor integrada no desenrolar da acção seria hilariante.
Por vezes tem um humor brejeiro ao estilo das mais populares comédias adolescentes ("American Pie", "There's Something About Mary"), mas as principais semelhanças temáticas serão com "Notting Hill" - a angústia do homem que não sabe se deve acreditar no coração ou na sociedade, a mulher que desespera em busca de alguém que a trate como uma pessoa com os seus defeitos e virtudes.

Quem vê cinema frequentemente terá a obrigatória sensação de dejá vu, mas de forma suportável e sentindo mesmo algum afecto ou comiseração pelas personagens. Para a história ficará apenas a cena do avião, talvez já sem a mais vaga memória de qual era o filme.

Título Original: "She's Out of My League" (EUA, 2010)
Realização: Jim Field Smith
Argumento: Sean Anders e John Morris
Intérpretes: Jay Baruchel, Alice Eve, T.J. Miller, Mike Vogel, Nate Torrence, Lindsay Sloane
Fotografia: Jim Denault
Música: Michael Andrews
Género: Comédia, Romance
Duração: 104 min.
Sítio Oficial: http://www.getyourrating.com/

19 de julho de 2010

"When In Rome" por Nuno Reis

Estão na moda as comédias românticas sobre organizadoras de eventos. Seja Molly em "She’s Out of My League" ou Beth neste "When In Rome", a profissão começa a ser recorrente. Beth é uma jovem curadora do Guggenheim nova-iorquino. A sua vida de workaholic sem tempo para o amor corre muito bem até que a irmã mais nova decide casar com um homem que conheceu há quinze dias. A meio da exposição mais importante da sua vida vai sobrevoar o Atlântico, apadrinhar um casamento em que não acredita, apaixonar-se, embebedar-se e voltar a casa com cinco pretendentes loucos e loucos por ela. Agora terá de conjugar uma vida pessoal disfuncional com uma vida profissional em risco.

Quem com "When In Rome" pretende recordar "Roman Holiday" é favor ir comprar o DVD do filme de 1953. A única coisa em comum é a cidade, e mesmo essa por pouco tempo. Os actores estão bem e esforçam-se, mas um argumento destes nem a magia conserta. As situações estranhas multiplicam-se, nada faz muito sentido, o ridículo que era suposto ser divertido fica apenas como ridículo. Falando dos protagonistas Kristen Bell está aceitável e Josh Duhamel foi feito para estes papéis. Entre os pretendentes Danny De Vito destaca-se, mas todos cumprem exactamente o que era pedido. O problema é que não lhes pediram para fazerem um bom filme e por isso nomes de segunda linha da comédia como Jon Heder, Dax Shepard e Wil Arnett estão para ali apenas a entreter com raros momentos de interesse.

Na realização não há nada a apontar, mas ver este tentativa de argumento é ver uma quantidade absurda de clichés. Entre os atentados ao bom cinema os mais graves serão despediçar o talento cómico de Kate Micucci e mais uma vez Alexis Dziena ser usada apenas pelo corpo. Enquanto a primeira com algum tempo de ecrã podia dar vida ao filme, a segunda ainda está por provar se consegue actuar, ou se apenas serve para andar a sorrir com pouca roupa. De notar que foi escrito pela mesma dupla de "Evolution" que ainda no ano passado nos trouxe um fraquinho "Old Dogs".

Mais uma entre muitas comédias que não fazem rir. Sendo precisa uma desculpa para disfrutar do ar condicionado das salas de cinema, felizmente ainda há alternativas em cartaz para entreter até final do Verão.

Título Original: "When In Rome" (EUA, 2010)
Realização: Mark Steven Johnson
Argumento: David Diamond e David Weissman
Intérpretes: Kristen Bell, Josh Duhamel, Anjelica Huston, Will Arnett, Jon Heder, Dax Shepard, Alexis Dziena, Kate Micucci
Fotografia: John Bailey
Música: Christopher Young
Género: Comédia, Romance
Duração: 91 min.
Sítio Oficial: http://touchstone.movies.go.com/wheninrome/

18 de julho de 2010

"I'm Here" por Nuno Reis

Não é muito frequente criticar uma curta-metragem neste site, mas como se trata de um trabalho de um conceituado realizador, tem o quase famoso Andrew Garfield ("The Imaginarium of Dr. Parnassus", "The Social Network", reboot de Spider-Man), esteve em exibição no Curtas, e é um grande filme, vou falar-vos de "I’m Here".

Numa Los Angeles alternativa semelhante aos anos 90, robots e humanos convivem numa sociedade discriminatória. Os robots não podem conduzir, mas nada os impede de viver e Anne é prova disso. Indiferente às regras impostas ela conduz, diverte-se, e espalha misteriosos papéis pela cidade dizendo “estou aqui” ao melhor estilo de Amélie Poulain. Sheldon, um simples robot bibliotecário acaba por cair na sua rede de afecto. Ele sempre se sentiu diferente dos demais robots, mas apenas com Anne começa a saborear a vida e vai aprender que tem o direito a ser diferente. Mas conseguirá ele sobreviver a uma relação destruidora?

Um filme de quase meia hora tem tempo suficiente para nos sentirmos de novo na presença de Wall-E, para adorarmos as personagens, para sofrermos com elas, para criticarmos a sociedade e para agradecermos o simples facto de sermos humanos e termos algumas coisas como garantidas, mesmo que não lhes demos valor e raramente as aproveitemos.

Em tempos dizia-se que os computadores tornavam os actores desnecessários. Com alguns efeitos CGI a máquina criava uma personagem sem recurso à carne humana. Agora parece que atravessamos o contrário: é preciso um actor para dar corpo e vida ao computador. Ainda bem para a arte que há artistas capazes de conjugar os dois mundos sem prejuízo para o filme ou para os espectadores.

Quem quiser confirmar pode sempre vê-lo completo no site oficial.

Título Original: "I'm Here" (EUA, 2010)
Realização: Spike Jonze
Argumento: Spike Jonze
Intérpretes: Andrew Garfield, Sienna Guillory
Fotografia: Adam Kimmel
Música: Sam Spiegel
Género: Curta, Drama, Romance
Duração: 29 min.
Sítio Oficial: http://www.imheremovie.com

17 de julho de 2010

Posters variados

Aqui estão alguns posters para juntar aos de ontem. Há uma nova dupla de "Red", alguns de "Piraha 3D" (incluindo o francês tão parecido com "Jaws") e, para completar, "I Spit On Your Grave".






16 de julho de 2010

Posters e trailer de "Machete"

"Machete" de Ethan Maniquis e Robert Rodriguez

Além do recém-postado "Red" e do conhecido "The Expendables", temos ainda este ano "Machete" para dar adrenalina ao final do Verão. O herói no falso trailer dentro de "Grindhouse" está de volta numa longa-metragem com um elenco de qualidade. E é um filme de Rodriguez.
Imdb



Posters e trailer de "Red"


"Red" de Robert Schwentke

Antigo agente das operações secretas reúne a sua antiga equipa ao ver a vida ameaçada por um terrorista tecnológico. Actores de luxo numa produção que promete. A estreia mundial será em Outubro.
Imdb


Todos os dias tem saído um poster, actualizaremos o post sempre que necessário.

Queixo preso? Eis a solução!

Mais uma brilhante produção Funny or Die. As sensuais Zoe Saldana e Kate Bosworth dão corpo à curta-metragem "Idiots" também com Janeane Garofalo, Greg Grunberg, Jason Lewis e Antonio Scarlata, mas quem olha para esses?

15 de julho de 2010

Rede Social

Nós sabemos que só estão no Facebook por causa do Antestreia, mas há 500 milhões de pesoas lá e, numa tentativa de converter esse número em resultados de bilheteira, David Fincher adaptou a pequena biografia do criador desse site para cinema.

The Social Network




Mais sobre isso no artigo do mês passado.

Site Oficial

Dica: Estejam atentos a Andrew Garfield neste filme (Anton de "The Imaginarium of Dr. Parnassus"), ele é o próximo Spider-Man.

14 de julho de 2010

O que fazer ao dinheiro?

Um dos tópicos frequentes de conversa esta semana é o cancelamento daquele espectáculo com uns aviões de papel sobre o rio Douro. Parece que à custa disso, a Câmara do Porto ficou com 200 mil euros a mais no orçamento para 2010 e não sabe o que fazer com eles. Pelo que li numa notícia querem investir em habitação social. Mas de acordo com outra notícia já pediram um empréstimo de quase oito milhões para esse fim. Sendo os duzentos mil tão pequena quantia em comparação com essa enorme dívida a contrair no estrangeiro, que tal usar em entretenimento/cultura o dinheiro que ia ser gasto em entretenimento/atentado ambiental?
Investir cinquenta ou cem mil por ano em música, festivais de teatro ou cinema não é assim tão difícil. Se o Ministério da Cultura recuou quanto aos cortes (passar de 20 para 12, 10 e finalmente 0% é obra!) não podia a administração local dar uma ajuda?
O mesmo se aplica ao Turismo de Portugal que se mostra interessado em investir na região - "O Turismo de Portugal lamenta este desfecho e permanece totalmente disponível para, com todas as autarquias e partes envolvidas, encontrar a melhor solução que permita a realização nessas regiões de acontecimentos de grande dimensão, com forte impacto positivo na economia regional e na projecção turística internacional do País" - e não parece saber onde.

Permanece o mistério quanto ao que Gaia fará com a sua parte, mas desse lado do rio a cultura está melhor servida...

13 de julho de 2010

Homenagem de Avanca a Matos Barbosa

O cineasta Manuel Matos Barbosa será homenageado na quarta-feira dia 14 de Julho, pelas 17.30 horas no Museu da Cidade em Aveiro.

O seu novo filme "A Ria, a Água, o Homem", uma obra de animação com base nos textos de Raul Brandão sobre a Ria de Aveiro e com a voz do actor Joaquim de Almeida, será apresentado em ante-estreia no pequeno auditório do Museu.

A homenagem será marcada pela apresentação do livro "A RIA, A ÁGUA, O HOMEM - o cinema de Manuel Matos Barbosa", publicação que traça um percurso de vida e faz um primeiro registo da filmografia do cineasta.

A cerimónia integra ainda um debate sobre Aveiro e o cinema amador, com a presença dos mais destacados cineastas da cidade, nomeadamente os que integraram o célebre “Grupo de Aveiro” com intensa actividade nos anos 60 e 70.

Matos Barbosa, nascido em Oliveira de Azeméis em 1935, encontrou no desenho e no cinema, a sua forma de expressão por excelência. Com Vasco Branco e Manuel Paula Dias, assinou alguns dos filmes do cinema amador português mais premiados internacionalmente. Do documentário à animação, os seus filmes têm uma forte componente inspiradora da paisagem, das histórias e das gentes da Beira Litoral.
Com uma filmografia de 18 filmes, estas obras foram várias vezes premiadas e exibidas em festivais de Portugal, Alemanha, Andorra, Angola, Áustria, Bélgica, Espanha, França, Itália, Rodésia, Suíça e Moçambique.

"A Ria, a Água, o Homem", marca o retomar da actividade de Matos Barbosa no cinema de animação. Tendo sido produzido pela Filmógrafo e Cine-Clube de Avanca, contou com o apoio do ICA / Ministério da Cultura e RTP, entre outras entidades. Este filme tem já exibição prevista nos Festivais AVANCA'10 e CINANIMA.

Entretanto, a exposição sobre o filme e o cineasta, que ocupa os 3 pisos do Museu da Cidade, pode ser visitada de terça a sexta das 10h às 12.30h e das 14.30h às 18h, até final do mês de Julho.

Posters dos guardiães

"Guardians of Ga'Hoole", rebaptizado para "Legend of the Guardians" estreia no final do ano. Os posters surgiram em bloco e aqui estão eles.


Faleceu Harvey Pekar

O autor da popular BD "American Splendor" faleceu ontem. A propósito disso, porque não rever o magnífico filme biográfico onde Paul Giamatti é Harvey Pekar?

12 de julho de 2010

Última oportunidade!


O pai, a mãe e os três filhos vivem numa casa nos subúrbios da cidade. À volta dela, existe uma cerca alta que as crianças nunca passaram. São educadas, entretidas e exercitadas pelos pais, sem qualquer influência do exterior. Acreditam que os aviões são brinquedos e que os zombies são pequenas flores amarelas.

O único elemento com acesso à família é Christina, que visita regularmente a casa para apaziguar os impulsos sexuais do primogénito. Toda a família gosta dela, sobretudo a filha mais velha. Um dia, Christina oferece-lhe uma bandolete com pedras e pede-lhe algo em troca.
Nos cinemas a 22 de Julho





O Antestreia e a Atalanta têm para oferecer convites para a antestreia do filme "Canino". Para tal, tem que responder à pergunta que colocamos abaixo:


Que festival português ganhou este filme?

Se for um dos vencedores, poderá ver este filme em:

Lisboa Cinema Medeia King
Antestreia: Dia 20 de Julho (Terça-feira), às 21:45, 5 convites duplos


Atenção: A recepção de respostas para este passatempo termina hoje às 23h59.
Não se esqueçam de colocar o nome completo e número de B.I. na vossa resposta, enviando-a para antestreia.blog @ gmail.com.

Os cinco primeiros participantes ganharão os convites.


Para levantar o seu convite, deverá apresentar-se com o seu BI ou outro documento identificativo (não serão aceites fotocópias) junto das bilheteiras do cinema, a partir das 19h30 do dia do filme até meia hora antes da sessão.
Os vencedores serão contactados por email.

De acordo com as regras Atalanta os vencedores não podem acumular convites para as sessões. Cada vencedor tem direito a 1 convite duplo. Caso vença mais do que um passatempo para a mesma sessão, por favor, informe-nos para que se possa premiar outros participantes.