22 de abril de 2011

Júri do Black & White 2011

Júri internacional avalia obras no festival Black & White

Chris Chafe, Leonor Silveira, Pib, Sahra Kunz e Stefan Le Lay compõem o painel de jurados da iniciativa promovida pela Escola das Artes

Único no mundo por celebrar a estética a preto e branco, o Festival “Black & White” deste ano conta com um júri internacional de nomeada. De entre o painel de jurados, composto por cinco elementos, evidencia-se a presença de Chris Chafe (EUA), director do centro de investigação em música e acústica informática na Universidade de Stanford, nos Estados Unidos. Compositor e investigador musical no âmbito da performance interactiva, é um dos principais impulsionadores do estudo da música pela internet.

A este nome, junta-se o da actriz portuguesa Leonor Silveira. Conhecida pela participação em vários filmes de Manoel de Oliveira, foi recentemente distinguida com a “Ordem das Artes e Letras de França”, uma das mais altas distinções honoríficas que homenageia personalidades que se afirmaram pelo contributo na difusão da cultura em França. Actualmente, assume a função de subdirectora do Instituto de Cinema e Audiovisual. A também portuguesa Sahra Kunz, docente no curso de Som e Imagem da Católica no Porto, é outra das figuras confirmadas.

O quadro de jurados fica composto com a presença de Stephan Le Lay e Pib, ambos de nacionalidade francesa. O primeiro – que se destaca pela conquista de dois galardões em duas edições do “Black & White” na categoria de vídeo – é ainda realizador e co-fundador da produtora "Les films du Varech" e argumentista da longa-metragem "Survie". Já o segundo, um fotógrafo autodidacta, é conhecido pelo trabalho desenvolvido ao nível da cultura urbana e hip-hop. Depois de inúmeras publicações e exposições, dá cartas na pesquisa fotográfica sobre o indivíduo e sobre a sua presença na complexidade urbana.

Recorde-se que Escola das Artes da Universidade Católica no Porto abre portas à oitava edição do Festival “Black & White” de 11 a 14 de Maio. Este ano, os jurados terão entre mãos a avaliação de um conjunto de 46 obras – 30 vídeos, oito sequências fotográficas e oito áudios – a preto e branco.

Sem comentários: