19 de outubro de 2011

A ficção-científica no Fantas


Abaixo o comunicado do festival sobre o concurso de contos que fechou agora inscrições e uma breve apresentação da próxima edição.

O Fantasporto 2012 promoveu um Concurso de Contos de Ficção Científica a propósito do seu programa autónomo “O FUTURO AGORA. AGORA O FUTURO” e que se enquadra no âmbito da Comemoração Oficial dos 30 anos do filme clássico “Blade Runner”. A esse concurso, que teve coordenação do director do Fórum Fantástico das Conversas Imaginárias, Rogério Ribeiro, concorreram mais de 100 trabalhos, vindos de 4 países e representando 3 continentes. Os contos vencedores vão ser publicados na “Antologia de Contos de Ficção Científica do Fantasporto 2012”, conjuntamente com outros contos de autores convidados nacionais e estrangeiros. A edição está a cargo da ASA, Grupo Leya.

O Programa “O FUTURO AGORA. AGORA O FUTURO” é realizado em colaboração com diversas entidades e personalidades de reconhecido mérito no âmbito da Ciência, do Saber e das Artes em geral, num cruzamento com o Cinema. O objectivo é fazer um levantamento das múltiplas visões do Futuro em áreas como o teatro, o cinema, a literatura, ou a arquitectura, a par das artes plásticas, da óptica, da robótica, das ciências bio-médicas ou dos têxteis.

O Fantasporto, Festival Internacional de Cinema do Porto, é considerado nacional e internacionalmente o maior festival de cinema em Portugal e inclusivamente a revista norte-americana Variety volta a referi-lo como “um dos 25 mais importantes do Mundo”, estando a caminho da sua 32ª edição em Fevereiro 2012. Mais concretamente entre 20 de Fevereiro a 4 de Março.

Para além do Cinema eixo fulcral do evento, o Fantasporto tem sabido sempre inovar com programas especiais realizados em parcerias com Universidades e outras estruturas de prestígio, em projectos nos quais que faz o cruzamento do Cinema com as Artes e as Ciências. Só para referir os últimos programas concretizados o festival abordou anteriormente a Arquitectura em 2009 com a Ordem dos Arquitectos, Robótica com a Sociedade Portuguesa de Robótica e diversas Universidades, Efeitos Especiais em 2010 com a presença de nomes importantes do panorama mundial nesta valência, tais como Colin Arthur, co-responsável pelos efeitos especiais de “2001 Odisseia no Espaço” ou as Artes Plásticas em 2011, onde para além de exposições, workshops, conferências concretizou com a colaboração da Faculdade de Belas Artes e a Universidade Católica 17 filmes de média metragem sobre outros tantos artistas plásticos de prestígio nacional. A música tem sido igualmente uma área que sempre tem sido trabalhada em cruzamento com o festival propriamente dito.

Sobre o programa “O FUTURO AGORA. AGORA O FUTURO” mais notícias surgirão a curto prazo sobretudo no âmbito da sua ligação ao cinema através da produção e exibição de filmes de ficção e científicos, de entre os quais o filme de culto que o Fantas antestreou em Portugal: “Blade Runner” e que será exibido na sua versão original, a primeira realizada por Ridley Scott.

Sem comentários: