27 de novembro de 2011

Livro "The Hunger Games - Mockingjay" por Nuno Reis

De onde veio
Comprado em simultâneo com os restantes.

A história
Se não leram os outros dois isto será um gigantesco spoiler
Katniss foi raptada da arena de onde se evadiu. Quando se consegue mexer a única coisa em que pensa é em libertar Peeta da tortura, mas a realidade supera os seus pensamentos. O mito que as fugitivas do Distrito 8 perseguiam confirma-se. O Distrito 13 existe e uma nova revolução está a ser preparada. O mimo-gaio é o símbolo e ela foi escolhida para ser a porta-voz da rebelião. Agora que Katniss se tinha acostumado a estar no terreno vai ser uma mera marionete num duelo político em que ambos nenhum dos lados é dono da razão. Pelo menos tem Gale do seu lado e juntos conseguirão fazer as coisas à sua maneira, até porque depois da destruição do Distrito 12 não têm mais nada a perder.

Interesse
Quem lê dois livros em menos de 10 horas quanto tempo aguenta até pegar no terceiro? O segundo e o final são como um só pelo que acabar um e começar outro são acções teoricamente imediatas. Não o fiz para dormir um pouco, mas vontade não faltou.

Narrativa
Que gostou dos dois primeiros pelos cenários ao ar livre, pela liberdade de movimentos e pela revolta interior vai ter um grande choque. Aqui o máximo de liberdade é na guerra urbana pois tudo o resto é subterrâneo e claustrofóbico. As rações são calculdas em detalhe e todos têm um plano de actividade encaixado num horário rígido. O Distrito 13 sobreviveu por 75 anos agindo assim e todos aqueles que lá chegaram independentemente de serem civis sobreviventes, guerreiros prontos a partir ou campeões dos Jogos devem-se sujeitar às regras. Pois Katniss não é assim. Se ela mudou as regras nos Jogos para poder dividir a vitória também conseguirá desafiar a autoridade no 13 e colocar os seus objectivos à frente dos do país.
É uma narrativa envolvente e que propositadamente deixa o leitor desconfortável, por saber que todos os políticos são indignos e que aquele pequeno grupo de aliados da ilha-relógio poderia resolver as diferenças entre distritos através do diálogo. Pois esses campeões irão entrar em acção uma vez mais para um derradeiro combate onde só haverá um lado sobrevivente. Aqui vale tudo e qualquer um pode morrer.

No último livro não há propriamente nenhuma grande surpresa. Há mortes inesperadas, mas tudo o que acontece era imaginado. O desfecho é dramático e tortuoso, deixando o leitor com a sensação de que aquilo que aconteceu não mudou nada, apenas causou mais sofrimento de forma diferente.

Edição (conjunto)
A edição portuguesa está muito interessante, sendo particularmente agradável o detalhe da capa arquivadora para agrupar os números 78, 90 e 102. Encontrei erros menores (três sítios com palavras duplicadas no primeiro livro) e inclusivamente atravessei páginas de acordo ortográfico sem queixas de maior (pára tem de ter acento!).

Título: Mockingjay/A Revolta
Autor: Suzanne Collins
Data publicação original: 24-08-2010
Em Portugal: 03-11-2011
Género: Drama,Ficção-Científica
Preço: 15€
ISBN: 978-972-23-4653-5
Edição:
Tradução: Jaime Araújo

Sem comentários: