22 de março de 2012

Em Portugal e no Mundo

O reconhecimento tem sido uma constante este mês.

Um dos filmes distinguidos na 22ª Semana dos Realizadores do Fantasporto 2012 – Rose de Wojciech Smarzowski é o grande vencedor dos Prémios “Eagle” da Academia de Cinema Polaca. Mais uma vez o Festival Internacional de Cinema do Porto exibe em primeiro lugar aqueles filmes que marcam a história do cinema mundial.

No Fantasporto Rose ganhou o Prémio de Melhor Actor - Marcin Dorocinski. Na Polónia, o filme ganhou 7 Prémios – MELHOR FILME, MELHOR REALIZADOR, MELHOR ARGUMENTO, MELHOR ACTRIZ, MELHOR ACTOR, PRÉMIO DO PÚBLICO E MELHOR SOM.
“ROSE” é um drama poderosíssimo passado no final da Segunda Guerra Mundial. Com uma brilhante reconstituição histórica. Um tocante conto sobre sobrevivência nas mais difíceis condições.
Verão de 1945. Tadeusz, um soldado polaco a quem a guerra tirou tudo, chega a Masuria, uma terra alemã antes do conflito, mas oferecido depois aos polacos. É neste lugar perdido que ele encontra Rose.


É a décima sexta distinção que o filme recebe em festivais de 6 países.
O filme “Conto do Vento”, de Cláudio Jordão e Nelson Martins, produzido pela Filmógrafo, Cine-Clube de Avanca e Kotostudios, acaba de ser distinguido com o “Second Best Special Effects/Animation Award” no “4th UFO International Digital Film Festival 2012 em Nova Deli na Índia.
“Conto do Vento”, foi igualmente distinguido na semana passada com 3 prémios na Gala dos Prémios CinEuphoria.
"Conto do Vento", realizado com o recurso da animação 3D, retrata uma fábula sobre uma menina e a sua mãe numa sociedade preconceituosa, algures no interior norte de uma aldeia portuguesa.
Estreada no Festival AVANCA'10, onde foi distinguido, recebeu já 16 prémios em 6 países e foi seleccionado por vários festivais de cinema, nomeadamente os mais importantes da animação e do cinema de terror, como são os Festivais de Annecy (França) e Sitges (Espanha).
Esta obra foi Prémio Revelação no "Caminhos do Cinema Português", Prémio Animação no "Festival Porto 7", Prémio Nacional Multimédia da “APMP”, Prémio Melhor Curta de Terror Portuguesa no “MoteLX 2011”, Prémio Animação no “NIFF - Naoussa International Film Festival” (Grécia), Prémio Popular Ibero-Americano no Festival Visões Periféricas (Brasil), 2º TOTTI Film Festival (Eslovénia), Melhor Curta-metragem no Bragacine, 2ºPrémio no Festival Digital de Odemira, além dos anteriormente referidos.
Recriando personagens e ambientes da tradição portuguesa ancestral, este filme foi produzido com o apoio do ICA / Ministério da Cultura e da RTP.
Entretanto o filme de estreia do realizador Cláudio Jordão “Super-caricas” está em distribuição em diversos cinemas de todo o país, integrando “Um Gato Sem Nome e Outros Filmes”. Com estreia em Dezembro passado, este é o primeiro filme de animação portuguesa para crianças com distribuição nos cinemas portugueses.

Sem comentários: