27 de Março de 2012

Mas para quê?

Uma das maleitas mais graves que ataca Hollywood é a falta de criatividade. Outra é a confusão com direitos e patentes. Digo isso porque além dos remakes de filmes estrangeiros, também está na moda retornar aos clássicos como por exemplo "King Kong", "The Thing", "Total Recall", "Robocop", "Evil Dead", "Halloween", "Karate Kid", "Footloose", "Fame", "The Texas Chainsaw Massacre" e outros não tão marcantes. Os exemplos são quase infinitos.

O próximo arrancado directamente da infância de muitos de nós será "Teenage Mutant Ninja Turtles" e é aqui que se envolve a questão dos direitos. Porque Michael Bay que já nos destruiu as memórias de infância com os seus Transformers, agora quer destruir as Tartarugas.

A ideia original dele deve ter alguma relação com este filme. Não sei se é sobre pessoas que habitam nos esgotos, se é por usar nomes de artistas renascentistas ou simplesmente porque diz Cowabonga, mas ele achou por bem comprar os direitos e, entrando numa onda Monty Python, fazer algo completamente diferente. Primeiro anunciou que não eram MUTANTS, mas extra-terrestres. Ontem já não eram TEENAGE e o título passou a apenas "Ninja Turtles", como aliás sempre foram conhecidas em Portugal: Tartarugas Ninja. O meu maior receio é que a seguir tire o NINJA e faça um documentário sobre tartarugas extra-terrestres.

Para quem não sabe acabou de fazer cinco anos que a última tentativa de reaproveitar este tema estreou e foi uma vergonha. Não seria hora de desistirem?

2 comentários:

CINE31 disse...

a juntar à suposta crise de criatividade, creio que o maior problema é a fixação em franquias ou marcas existentes, por serem "garantia" de público. Os estúdios querem investir os milhões em filmes com os menos riscos possíveis. nada contra, se o resultado fosse bom, com respeito pelos fãs, é pena é quando o resultado dá bosta...

O Narrador Subjectivo disse...

Ugh, nem cheguei a ver o TMNT, medo. O capitalismo é lixado.