24 de julho de 2012

Cinema português surge destacado em Avanca


Como vem sendo hábito, a partir de amanhã o Antestreia fará a cobertura completa do festival mais único do país.


Comemorando a 16 edição ininterrupta, a Cerimónia de Abertura da Competição Internacional do “AVANCA 2012 – Encontros Internacionais de Cinema, Televisão, Vídeo e Multimédia” acontece já na próxima quarta-feira dia 25 de Julho pelas 22h no Auditório Paroquial de Avanca.

Três filmes portugueses fazem a sua estreia mundial nesta cerimónia, marcando o inicia da competição internacional que este ano recebeu filmes de 69 países.

“15 Bilhões de fatias de Deus” de Cláudio Jordão, uma obra de ficção científica que explora o espaço dos diálogos de uma família, num inesperado aproveitamento da tecnologia de animação 3D, “Terram - terra e mar” produzido numa experiência pedagógica em Avanca à volta de uma escultura de Helena Homem de Melo e “X e Y” de João Costa que entre 2 actores constrói uma reflexão sobre o acto de filmar, são os três filmes portugueses que aqui fazem a sua estreia mundial.

A abertura do festival é ainda marcada pela exibição do filme “Hisab” de Ezra Wube, um filme produzido entre a Etiópia e os Estados Unidos da América, num belíssimo aproveitamento das técnicas expressivas da pintura no cinema de animação, retratando inesperadamente uma grande cidade de África.

Sendo um ano marcado pela relevância dada ao cinema português, procurando afirmar a importância que o AVANCA tem dado ao longo de 15 anos à formação e promoção dos novos cineastas nacionais. Cineastas como António Osório, Bernardo Cabral, Carlos Silva, Cláudio Sá, Cláudio Jordão, Francisco Lança, Humberto Resendes, Igor Martins, Jorge Cramez, José Mendes, José Miguel Moreira, Leandro Silva, Luís Margalhau, Luís Oliveira Santos, Marco Miranda, Miguel Serra, Nuno Leocádio, Paulo Couto, Paulo Medeiros, Pedro Palma, Rosário Costa, Sara Petiz, Sofia Barata e Vítor Lopes, terão aqui os seus filmes em exibição nas várias competições do festival.

15 filmes produzidos ou co-produzidos na região foram seleccionados para a Competição Avanca, numa forte demonstração que a actividade cinematográfica está a ter na região. Nos últimos 4 anos, os filmes produzidos em Avanca têm recebido cerca de 15% da totalidade dos prémios atribuídos ao cinema português pelos festivais de cinema no estrangeiro.

A presença da “Academia Portuguesa de Cinema”, orientando um dos 6 workshops do evento, é um reforço desta marca do cinema nacional. O produtor Paulo Trancoso, que é presidente da Academia, irá presidir ao Júri Internacional.

Como tradicionalmente, os autores dos filmes premiados na edição de 2011 irão receber os seus prémios na cerimónia de abertura.

Ao longo do festival, que decorre até domingo dia 29 de Julho, serão exibidos filmes de longa e curta-metragem, ficção, animação e documentários, numa programação marcada por 20 estreias mundiais e a quase totalidade dos filmes exibidos em estreia nacional.

Uma conferência internacional irá marcar o festival, reunindo académicos e investigadores de cerca de vinte países que apresentarão 166 comunicações sobre a investigação mais recentes à volta do cinema.

“AVANCA|CINEMA - Conferência Internacional de Cinema - Arte, Tecnologia, Comunicação” é uma conferência que tem o propósito de promover Portugal como pólo aglutinador e dinamizador de novos conhecimentos, proporcionando aos investigadores nacionais e estrangeiros a troca de experiências e informação, que servirá para dinamizar e projectar o estudo nas áreas do cinema, arte, tecnologia e comunicação.

Dividido entre dois espaços, no Auditório Paroquial de Avanca será exibida a competição internacional de cinema e vídeo com sessões às 18h, 22h e 23.45h.

No Multimeios da Escola Egas Moniz terá sessões constantes ao longo do dia, exibindo os documentários seleccionados para a competição de televisão, os filmes da competição vídeo, para além dos filmes em panorama e nas secções paralelas.

Sem comentários: