11 de outubro de 2012

"Frankenweenie" por António Reis

António Reis em Sitges fala-nos de alguns dos filmes exibidos.


Burton recria Frankestein

Burton está para o cinema de animação como Spielberg está para a ficção. Ambos são adultos com coração de criança e criam, cada um a seu modo, obra-primas que marcam o fantástico. Sobretudo têm uma cultura e memória do cinema que integram nos seus filmes e fazem a delícia dos cinéfilos mais atentos. Tim Burton refaz quase trinta anos depois a sua média-metragem homónima, optando desta vez pela animação em vez da imagem real. Foi como se concluísse um sonho interrompido e confirmasse, se necessário fosse, que a animação também é o seu terreno de eleição.
Recriar o mito de Frankenstein numa óptica supostamente infantil é apenas o início de uma aventura mágica pelos ícones do fantástico. Como diz a publicidade, está tudo lá: a criação prometaica do mostrinho canino, a feira popular, o incêndio do “castelo”, Godzilla, Gremlins, Eduardo Mãos-de-Tesoura, Batman e tantos outros momentos que são um tributo ao fantástico em que todo o cinema de Burton mergulha. A música sinfónica de Danny Elfman dá a “Frankenweenie” uma dimensão épica para a história deste Victor, um pequeno Frankenstein que aspira a fazer reviver a sua mascote. Mas Victor talvez nem seja o personagm principal já que a figura do excêntrico professor de ciências despedido por fazer muitas perguntas e despertar a curiosidade dos seus alunos, acaba por roubar parte do protagonismo.
Num cuidado preto e branco que remete para os originais de época, “Frankenweenie” agarra tanto o público infantil que se pode rever no universo escolar do argumento, como para adultos de coração mole, nostálgicos de uma infância que nunca tiveram, ou de um cinema fantástico que já não volta.
Visionado em 3D, de novo se nos coloca a questao se era mesmo necessário este gadget tecnológico. A resposta no nosso ponto de vista é negativa. E esta concessão a uma moda que esperemos passageira é talvez o único handicap de um filme fabuloso, manufacturado com ternura pela fábrica de sonhos que é a mente de TIm Burton.
FrankenweenieTítulo Original: "Frankenweenie" (EUA, 2012)
Realização: Tim Burton
Argumento: John August (baseado no argumento de Leonard Ripps que foi baseado numa ideia de Tim Burton,)
Intérpretes: Catherine O'Hara, Martin Short, Martin Landau, Winona Ryder, Charlie Tahan
Música: Danny Elfman
Fotografia: Peter Sorg
Género: Animação, Comédia
Duração: 87 min.
Sítio Oficial: http://disney.go.com/frankenweenie/

Sem comentários: