31 de janeiro de 2012

Está a chegar o Domingo de todos os trailers

Dia 5 temos Super Bowl. Para os americanos é o dia rei do desporto-rei, para o resto do mundo é o dia em que os trailers dos filmes mais endinheirados saem à rua.

O de "The Avengers" será assim. É curto porque são estupidamente caros.

30 de janeiro de 2012

Curta "A Cova" disponível

Se não conheciam o filme e ficaram curiosos com a entrevista que publicamos em Agosto, finalmente podem ver (ou rever) o filme a que se refere.

Nove minutos filmados de uma só vez não é para qualquer um!


Quanto aos próximos projectos do Luís, também não terão de esperar muito para os verem algures por aí.

29 de janeiro de 2012

"The Girl with the Dragon Tattoo" por Nuno Reis

Depois do relativo sucesso na adaptação do terror asiático, seguido pela febre dos comics, chegou a fase de adaptar o cinema europeu. Enquanto uns se sentem ofendidos pela cópia, outros agradecem o dinheiro da venda dos direitos e Michael Haneke brincou com isso refazendo o próprio filme. No ano passado o cinema nórdico começou a explodir com a chegada aos cinemas de “Let Me In”, a compra dos direitos de “Troll Hunter” e mais para o final o arranque da trilogia “Millenium”. O que tem de mais irónico esta última adaptação é o enorme sucesso que os indivíduos originais estão a ter. Michael Nyqvist, o actor, entrou em “MI4”. Noomi Rapace, a actriz, entrou em Sherlock Holmes 2” e tem prestes a sair “Prometheus”. Quanto ao realizador não se internacionalizou, mas deve ser uma questão de tempo pois Tomas Alfredson de “Let The Right One In” dirigiu “Tinker Tailor Soldier Spy” e o islandês Baltasar Kormákur também já estreou o próprio remake de “Reykjavík Rotterdam”, “Contraband”.

A história da trilogia Millennium acompanha uma revista com o mesmo nome. Neste primeiro episódio um dos seus jornalistas é acusado de perjúrio e humilhado publicamente aceita uma oferta de emprego curiosa: investigar um crime com quarenta anos no seio da família mais poderosa da Suécia.

Para este remake foi pensada a possibilidade de utilizarem os mesmos actores - pelo menos Noomi Rapace pois não seria fácil arranjar uma actriz de talento e disposta a fazer aquelas cenas - pois Fincher decidiu ser diferente onde era possível e basicamente apostou no casting. Trouxe nomes incontornáveis do cinema sueco como Stellan Skarsgard e Steven Berkoff, mas no resto foi internacional: o croata Goran Visnjic, o inglês Daniel Craig, o canadiano Christopher Plummer e dos EUA Robin Wright e Rooney Mara.

Ora o que pode ser dito deste filme sem o comparar demiasado ao mediano original que parecia uma novela? Por um lado perde menos tempo na intriga familiar e na introdução das inúmeras personagens passando depressa para a intriga e acção. Infelizmente isso era o que tornava o outro filme consistente, ter um sólido conjunto de indivíduos e histórias. Aqui o foco está virado para os investigadores e apesar de alternar de forma competente entre ambos não justifica as quase 3 horas com tão pouco a dizer. A investigação tem um toque de fatalismo e por vezes chega a cativar, mas isso é uma parte menor de um projecto que tenta transpor todo o livro para tela sem criar um equilíbrio entre épocas e géneros. No final torna-se um thriller tão surreal que é mau, mas já estava condenado antes disso.

Nos pontos negativos além do pouco interesse que este remake traz há duas transições de plano que deviam ser proibidas (se um estudante de cinema as fizesse reprovava, como é de um triplo nomeado a Oscar é arte?). Quanto aos actores Craig está pelo menos tão bem como Nyqvist no papel principal e todos os outros são um desilusão por comparação. E a nomeação de Mara para Oscar há três opções para isso ter acontecido: é uma piada; foi pela caracterização extrema, pela exposição e pela brutalidade das cenas; esta gente não viu filmes suficientes em 2011 para se lembrar de mais alguém em quem votar. Em qualquer caso foi incompreensível.

The Girl with the Dragon TattooTítulo Original: "The Girl with the Dragon Tattoo" (Alemanha, EUA, Reino Unido, Suécia, 2011)
Realização: David Fincher
Argumento: Steven Zaillian (baseado no livro de Stieg Larsson)
Intérpretes: Daniel Craig, Rooney Mara, Christopher Plummer, Stellan Skarsgård, Steven Berkoff, Robin Wright
Música: Trent Reznor, Atticus Ross
Fotografia: Jeff Cronenweth
Género: Crime, Drama, Mistério,Thriller
Duração: 158 min.
Sítio Oficial: http://www.dragontattoo.net/


Original sueco

Estão a fechar as inscrições para o Festin 2012

Decorrem até 31 de janeiro as inscrições para a Seleção Oficial Competitiva de Cinema de Expressão Portuguesa (curtas e longas-metragens) do FESTin - Festival de Cinema Itinerante da Língua Portuguesa.

O FESTin regressa ao Cinema São Jorge, em Lisboa, de 9 a 16 de maio. Nesta 3ª edição, o festival homenageia a cinematografia brasileira, no âmbito das comemorações do Ano do Brasil em Portugal, passando a integrar anualmente na sua programação a Mostra de Cinema Brasileiro, anteriormente produzida pela Fundação Luso-Brasileira.

Em 2011 o festival durou seis dias, exibiu 78 produções dos oito membros
da Comunidade de Países da Língua Portuguesa, que foram vistas por mais de 3000 espetadores.

O FESTin foi criado em 2010 com o objetivo de celebrar e fortalecer a cultura de expressão portuguesa através do cinema, num ambiente de partilha, intercâmbio e inclusão social. O festival é organizado pela Padrão Actual, em co-produção com a Fundação Luso-Brasileira e a EGEAC – Cinema São Jorge.

Informações e regulamento para a secção competitiva:
http://www.festin-festival.com

28 de janeiro de 2012

"The Descendants" por Nuno Reis

Havai: paraíso na terra ou apenas ou sítio para se ser infeliz?

Logo na abertura este filme tenta quebrar um preconceito. Havai não é sinónimo de praias, surf e diversão o ano todo. O Havai é um sítio como qualquer outro para se viver, trabalhar e ser infeliz. Esta é a história particularmente infeliz de Matt King, advogado multimilionário que não sabe apreciar a vida e que após um acidente da mulher vai aprender a ser pai e a viver plenamente.

Se estão interessados no filme não vejam o trailer. Não é que seja um spoiler grave, ou que dê uma falsa ideia do filme (como o de "Drive"), mas é como quando se vê o trailer de uma comédia e eles contam as melhores piadas. Não só porque "The Descendants" não é uma mera comédia como tentam que pareça - é uma mescla de humor e tragédia ao estilo de "50/50" - como as piadas ficam bem melhores em contexto. E tem um spoiler desnecessário. a única coisa que precisam de saber é que é sobre um homem a tentar resolver assuntos a que estava alheio, e a tentar ser o pai que nunca foi, e a ser o advogado que vai mudar o futuro do Havai. Qualquer um deles seria demasiado para um só homem, mas Matt tem apenas uns dias para ser tudo isso e tem de ser excelente em tudo.

No elenco além do já referido Clooney também podemos encontrar Matthew Lillard, Judy Greer e Beau Bridges em papeis secundários. Mas no foco das atenções estão Nick Krause, o melhor neanderthal de que há memória, a estreante Amara Miller como Scottie e a surpreendente Shailene Woodley que regressa ao cinema em grande. Talvez a conheçam como a jovem Jordan em “Crossing Jordan”, ou a Kaitlin Cooper original em ”The O.C.”, mas passou os últimos 4 anos escondida, dedicada a ser a actriz principal de "The Secret Life of the American Teenager". Agora que chega ao cinema pela porta grande (antes disto fez um filme de que é melhor nem falar e uma curta cheia de estrelas) tem sido unanimemente aplaudida. Acreditem que é um dos melhores desempenhos jovens dos últimos anos e se este não tivesse sido o ano das 20 excelentes actrizes secundárias não me surpreenderia que estivesse nomeada para Oscar como esteve para Globo por este papel.

Este é um filme profundamente humano e que tem nestes actores o seu ponto forte. Combinando isso com as paisagens iílicas do Havai e as mensagens positivas que passa, assim como os murros certeiros na altura certa, é um título incontornável para ver nesta temporada de prémios e o filme de referência sobre o Havai. Pode ser um paraíso para quem o visita, mas isso dependerá sempre de quem o habita.


The DescendantsTítulo Original: "The Descendants" (EUA, 2011)
Realização: Alexander Payne
Argumento: Alexander Payne, Nat Faxon, Jim Rash (baseados no livro de Kaui Hart Hemmings)
Intérpretes: George Clooney, Shailene Woodley, Amara Miller, Nick Krause
Música:
Fotografia: Phedon Papamichael
Género: Comédia, Drama
Duração: 115 min.
Sítio Oficial: http://www.foxsearchlight.com/thedescendants/

"Balas e Bolinhos 3" no P3

O P3 finalmente dcidiu acompanhar o fenómeno "Balas e Bolinhos 3". Podem ver a entrevista seguindo o link acima, ou simplesmente ouvir estes excertos:

E como seria um final à Walt Disney?

A situação que provocou o primeiro "Balas & Bolinhos"

As semelhanças entre a personagem e a pessoa por Tone e Culatra

Internacionalização: o Rato a falar italiano?

"The Ides of March" por Nuno Reis

Por trás de um grande homem há sempre uma grande equipa

Enquanto no mundo real os republicanos se degladiam pela oportunidade de tirarem Obama da Casa Branca, no mundo da ficção são os democratas que se enfrentam na corrida final. Reduzidos a dois candidatos, o governador Morris e o senador Pullman, cada debate pode ser decisivo e por isso os jogos de bastidores ganham especial importância. Enquanto os candidatos se enfrentam perante as câmaras do Ohio, as suas equipas preparam secretamente a batalha da Carolina do Norte. Do lado de Morris a experiência de Paul Zara e do jovem prodígio Stephen Meyers fazem com que a vitória pareça possível, enquanto Pullman deposita a esperança de se manter na liderança no ardiloso Tom Duffy. Mas a política não depende só de políticos e de máquinas de propaganda. É preciso jogar com a imprensa e, especialmente, ter uma equipa de voluntários devotos. Em “The Ides of March” vamos ter tudo isso e muito mais. Vamos ter toda a verdade sobre o nojo que é o mundo da política.

Que se desengane quem acha que é mais um filme para George Clooney brilhar. O galã começa a recuar para trás das câmaras e a passar a pasta de intérprete para a nova geração. Aqui o eleito foi um dos favoritos do sexo feminino e o novo menino bonito de Hollywood, Ryan Gosling. Clooney é o candidato presidencial, mas o foco está todo na sua equipa, em especial Gosling. Foi pena que em Portugal “Ides of March” estreasse antes de “Drive” pois a ordem contrária (a ordem seguida em todo o mundo) valoriza mais a transformação do actor e a complexidade interpretativa das personagens. Enquanto em “Drive” é uma pessoa que tenta ser decente num mundo indecente, em “Ides” é um homem bom destruído pelos jogos de interesses.

Este filme conquista o espectador logo no primeiro plano em que Stephen (Gosling) aparece. Sabemos que vamos ficar do lado dele aconteça o que acontecer. Até que aparece Morris (Clooney) e aqueles discursos, escritos por Stephen, funcionam, conquistam o nosso voto e nos fazem esquecer que há mais alguém envolvido. A primeira hora dá uma lição superficial de política e das áreas envolventes: imprensa, máquinas de propaganda e anti-propaganda, favores políticos, jobs for the boys, etc. Na parte final descai bastante, e desilude porque é eficaz a destruir a nossa réstia de credibilidade nos políticos. Se mantivesse o nível até ao final seria daquelas obras incontornáveis sobre o tema pela menos para esta geração.

The Ides of MarchTítulo Original: "The Ides of March" (EUA, 2011)
Realização: George Clooney
Argumento: George Clooney, Grant Heslov, Beau Willimon (baseados na peça de Beau Willimon)
Intérpretes: Ryan Gosling, Philip Seymour Hoffman, George Clooney, Paul Giamatti, Evan Rachel Wood, Marisa Tomei
Música: Alexandre Desplat
Fotografia: Phedon Papamichael
Género: Drama
Duração: 101 min.
Sítio Oficial: http://www.idesofmarch-movie.com/

27 de janeiro de 2012

A pergunta da semana é...



Não é que achasse que a nomeação fosse merecida, mas o homem teve um ano excepcional. Se em 2012 fizer igual número de papelões sem dúvida que conseguirá.

26 de janeiro de 2012

Muitas esperanças neste filme

Pode não ser grande filme, mas o que não falta é gente de esperanças!


What To Expect When You Are ExpectingWhat To Expect When You Are ExpectingWhat To Expect When You Are Expecting
What To Expect When You Are ExpectingWhat To Expect When You Are Expecting


Aqui são contadas as histórias de cinco casais que esperam um filho. Como seria de esperar é algo entre comédia, drama e romance. Entre os nomes sonantes (além das meninas nos cartazes) tem Dennis Quaid, Chris Rock, Rodrigo Santoro e Genesis Rodriguez que podem não saber quem é hoje, mas daqui a umas semanas vão desejar conhecer pessoalmente.

Banners para "Extremely Loud & Incredibly Close"




25 de janeiro de 2012

Para terem futuro no Cinema...

...basta seguirem as setas.


Ganhem convites para a antestreia de "Chronicle"

"Chronicle" de Josh Trank

Andrew, Matt e Steve são adolescentes, cada um com caracteristícas muito distintas e enfrentando os vários desafios que aparecem na escola,como fazer novas amizades e explorar novas facetas da sua vida que está sempre a mudar. Eles são imperfeitos, esquisitos e imprudentes. Podiam ser um de vocês. E tal como tantos de nós, eles estão obcecados por documentar tudo o que lhes acontece, por mais normal que seja. Até que "tropeçam" em algo que está para lá da sua compreensão. Esta descoberta dá-lhes super-poderes que não vão saber ou conseguir controlar. O que farias se te acontecesse a ti? De que serias capaz?Chronicle
Imdb


Para ganharem bilhetes para a antestreia basta que saibam qual é o portal de cinema fantástico que está a chegar.
Enviem mail para antestreia.blog@gmail.com com a resposta, o vosso nome, número de identificação e localidade onde pretendem assistir.

O sorteio será feito assim que a página Facebook desse portal chegar aos 300 seguidores, ou dia 29 às 23:59, o que chegar primeiro. Se quiserem aumentar as vossas oportunidades de ganhar arranjem depressa 150 pessoas para seguirem a SciFiWorld Portugal.

Informação


Dia 1 de Fevereiro - 21h30
Cinemas UCI El Corte Inglés Lisboa – 5 convites duplos
Cinemas UCI Arrabida 20 Gaia – 5 convites duplos

Para levantar o seu convite, deverá apresentar-se com o seu BI ou outro documento identificativo (não serão aceites fotocópias) junto das bilheteiras do cinema, até meia hora antes do início do filme.
Os vencedores serão contactados por email.

De acordo com as regras Big Picture Films os vencedores não podem acumular convites para as sessões. Cada vencedor tem direito a 1 convite duplo. Caso vença mais do que um passatempo para a mesma sessão, por favor, informe-nos para que se possa premiar outros participantes.

24 de janeiro de 2012

Nomeados aos Oscares 2012

Podem seguir as nomeações aos Oscares por video neste live-streaming que começará pelas 13:30 (hora de Portugal Continental).


23 de janeiro de 2012

Poster para "Inhuman", o novo de João Alves

As esperanças no cinema fantástico português crescem a cada dia, mas quando um realizador que consegue o sucesso à primeira prepara nova curta, claro que ficamos muito curiosos.
Para saberem mais sobre este projecto de João Alves juntem-se ao grupo Facebook.
Inhuman


22 de janeiro de 2012

"Contagion" por Nuno Reis

Quando um realizador consagrado reúne um elenco de estrelas para transpor a cinema um tema moderno, espera-se algo monumental. Por isso se Steven Soderbergh junta Lawrence Fishburne, Gwyneth Paltrow, Kate Winslet, Jude Law, Matt Damon, Marion Cotillard… para falar das pandemias, queremos algo gigantesco que exponha os jogos políticos, acuse farmacêuticas e governos, alguma coisa de bombástico! Pois o que se tem aqui é algo mais realista e politicamente correcto, que mostra o governo como fazendo o que lhe compete, chama a voz do povo (os bloggers) de mentirosos, mostra a OMS como fazendo possíveis e impossíveis para combater a doença, e mostra o desespero do cidadão comum na sua luta pela sobrevivência contra um inimigo desconhecido e durante a perda de entes queridos.

A narrativa acompanha uma série de pessoas ao longo de meses. Pela perspectiva e formato assemelha-se mais a uma mini-série que a um filme. Isso porque distribui estrategicamente os acontecimentos-chave a cada vinte minutos como se receasse que o espectador não voltasse na semana seguinte se não houvesse algo novo e intrigante para o manter no canal. Porque se vai libertando de umas personagens para trazer outras e no fim resume o que aconteceu com todas. E porque apesar de nunca ser excepcional, não se resiste a acompanhar até ao final.

Soderbergh tem uma forma muito própria de contar histórias e nos últimos tempos tem sido especialmente criativo. Este filme vai contra as normas pela extensão, pela intensidade e por ser anti-teorias da conspiração. Se o Cinema sempre foi visto como uma forma de desafiar o poder instalado, ao fim de tanto tempo como arte suprema alguém teria de reparar que o próprio Cinema e a sua posição inamovível na oposição era absolutista. Foi uma arrojada tentativa de reinventar a arte, utilizando-a para o contrário da habitual finalidade de protesto. Agora falou contra os protestos, revelando uma nova faceta e todo um novo rumo que a arte pode seguir.
Apesar de todos os nomes sonantes não é um trabalho excepcional, contudo merece louvor pela coragem como ousa ser diferente.

ContagionTítulo Original: "Contagion" (EUA; EAU, 2011)
Realização: Steven Soderbergh
Argumento: Scott Z. Burns
Intérpretes: Gwyneth Paltrow, Matt Damon, Laurence Fishburne, Jude Law, Marion Cotillard, Kate Winslet
Música: Cliff Martinez
Fotografia: Steven Soderbergh
Género: Drama, Thriller
Duração: 106 min.
Sítio Oficial: http://contagionmovie.warnerbros.com/

"In Time" por Nuno Reis

Quando tempo é dinheiro

Sempre ouvimos dizer que tempo é dinheiro, mas nunca demos a devida atenção a tal expressão. Até que, num futuro distante, o tempo se torna a moeda corrente. Paga-se 3 minutos por um café, meia hora por um almoço, uma hora por uma viagem de camionete, ganha-se 24 horas por um dia de trabalho. A população foi geneticamente modificada para não envelhecer para além dos vinte e cinco anos, mas a partir dessa idade tem apenas um ano de vida e terá de trabalhar para viver para além dos 26.
Nos distritos pobres como Peyton, de onde é o nosso herói, vive-se um dia de cada vez pois ninguém tem mais de 24 horas. Will tal como o seu falecido pai não acha que o sistema seja justo, mas adaptou-se e, em conjunto com a mãe, vão vencendo os dias um a um. Até que aparece um forasteiro com um século para gastar. Isso vai mudar a perspectiva de Will sobre a economia e levá-lo para New Greenwich, onde tudo é estupidamente caro, mas todos têm séculos para desperdiçar. O seu perfil acelerado dá nas vistas, especialmente de Sylvia Weis, herdeira do multimilionário (ou diz-se multitemporário?) proprietário de todas as casas de empréstimo de tempo. E também dá nas vistas entre os guardiões do tempo que não querem uma justa distribuição do bem precioso. Como nos tempos do vil metal, também nesta era o erradamente esperado é uns poucos terem muito e muitos terem pouco.

Há coisas erradas nesta utopia. Com um pouco de tolerância e vendo o filme sem o julgar pelos erros científicos que possam existir, sobra um thriller com muita intriga, a eterna diferença de classes e um romance às margens da lei. O paralelismo com a actualidade está patente em tudo, seja na pobreza, na riqueza, na religião ou na criminalidade, a única coisa que muda é a moeda, fazendo com que uma vida humana tenha ainda menos valor.

Uma dupla criminosa com imenso carisma precisava de mais tempo para conquistar o espectador e a história enigmática do pai que morreu pela causa devia ter sido contada. No entanto a carga emocional presente é forte e não desilude quem procura entretenimento com mensagem. Nesse ponto só falha por não ter uma catch phrase que ficasse no ouvido. Há alguns jogos de palavras e a “ninguém devia ser imortal se para isso alguém tiver de morrer” que ficou gasta logo no trailer, mas era precisa uma nova e inesperada para dar ao filme a possibilidade de se imortalizar.
Nos destaques positivos, o enorme impacto visual que a reunião de toda esta bela juventude transporta para a tela (o novo visual de Seyfried é deslumbrante e compensa a personagem fraca que nos traz). Contrastando as paisagens simplistas com actores que se sabem impor perante as câmaras há muitos fotogramas a aproveitar. Mal posso esperar para deitar as mãos ao delicioso dossier de imprensa que deve ter saído daqui.

In TimeTítulo Original: "In Time" (EUA, 2011)
Realização: Andrew Niccol
Argumento: Andrew Niccol
Intérpretes: Justin Timberlake, Amanda Seyfried, Cillian Murphy, Olivia Wilde, Alex Pettyfer
Música: Craig Armstrong
Fotografia: Roger Deakins
Género: Acção, Ficção-Científica, Thriller
Duração: 109 min.
Sítio Oficial: http://www.intimemovie.com/

21 de janeiro de 2012

Star Wars IV completo online

Fomos alertados pelo Cine31 para o aparecimento de "Star Wars Uncut" online. Eles tiveram os seus 30 segundos de fama recriando uma das cenas neste projecto comunitário pelo que devemos todos ir espreitar.



Abertas as inscrições para Porto7 2012

O Porto7 – Festival Internacional de Curtas-Metragens abriu as inscrições.

Os interessados podem enviar filmes até dia 15 de Março.

O festival terá lugar entre 13 e 17 de Junho 2012 no Porto. Um festival recheado de excelentes curtas-metragens, animações, documentários e videos musicais provenientes de todo o mundo!

A inscrição é gratuita. Inscreva já os seus filmes pela página de candidatura.

Porto7 é um Festival dedicado à curta-metragem. O seu objectivo é promover a produção e exibição de curtas-metragens e agir como intermediário entre culturas e nacionalidades que participam no festival.
Porto7 é um evento cultural aberto a produtores, realizadores, actores, entusiastas e pessoas que apreciem a sétima arte.
Este festival é um local de intercâmbio entre artistas, realizadores, companhias do audiovisual e audiências, onde diferentes actividades promocionais terão lugar: visionamento de filmes, festas, concertos ao vivo, cerimónias, apresentação de produtos, etc.


SECÇÕES COMPETITIVAS


  • Competição Internacional de Curtas-metragens - FICÇÃO
  • Competição Internacional de Curtas-metragens - ANIMAÇÃO
  • Competição Internacional de Curtas-metragens - DOCUMENTÁRIO
  • Competição de Vídeos Musicais
  • Competição Nacional de Curtas-metragens – FICÇÃO

    PRÉMIOS



    Melhor Curta Internacional
    Melhor Argumento Original numa curta internacional
    Melhor Actor/Actriz numa curta internacional
    Best Animação Internacional
    Best Video Musical Internacional
    Best Curta Nacional
    Best Documentário

    Mais informação em http://www.porto7.com

    Documentos


    Regulamento PT/EN

    Contacto


    festival@porto7.com
  • Regras para os TCN 2012

    Inspirado pelo movimento Anonymous o Antestreia invadiu o Cinema Notebook para revelar em primeira mão as regras dos


    O que vai mudar?


  • Novas Datas
  • Novo sistema de nomeações
  • Novo sistema de votação
  • Academia TCN

    Datas


  • 1 a 20 de Novembro: Fase de candidaturas
  • 21 a 25 de Novembro: Análise das candidaturas
  • 26 a 30 de Novembro: Divulgação dos Nomeados
  • 1 a 31 de Dezembro: Votação do Público
  • Início de Janeiro: Cerimónia

    Fase de Candidaturas


  • Categorias serão anunciadas e bloggers candidatam-se para cada categoria
  • Limite máximo de candidaturas (críticas, artigos, iniciativas...)
  • Apenas auto-nomeações
  • Resolve problema de nomeações indesejadas

    Academia TCN


  • Constituída por dez membros
  • Bloggers e jornalistas
  • TV e Cinema
  • Independentes, justos e imparciais (portanto, escusam de comprar presuntos)
  • Identidade secreta (Bruce Wayne, Clark Kent, Peter Parker...)
  • Cada membro da Academia TCN irá avaliar todas as candidaturas e escolher as oito (no caso da categoria ter oito nomeados) favoritas sem ordem preferencial.
  • As oito candidaturas mais votadas serão as nomeadas.

    E agora quem ganha?


  • Votação do Público
  • Votação da Academia TCN
  • 50% cada? Nada disso... com a ajuda de um conceituado matemático criámos o nosso próprio modelo. Vamo lá ver se é desta que agradamos a gregos e a troianos! (Desde que no fim o Antestreia fique com a Helena concordo com qualquer sistema)

    Votação do Público


  • Percentagem obtida por cada nomeado será transformada em pontos
  • Exemplo: 32% = 32 pontos
  • Este esquema permite que uma votação do público com um claro favorito tenha mais peso no resultado final que uma votação do público mais equilibrada

    Votação da Academia


  • Cada membro da Academia TCN irá ordenar os nomeados de 1º a 8º de acordo com a sua preferência.
  • Ao fazê-lo, não sabem os resultados da votação do público, nem a votação dos restantes membros da Academia.
  • O nomeado com melhor média conjunta ganha 35 pontos. Porquê 35 pontos?

    Esquema da Pontuação


  • Nestas duas edições dos TCN Blog Awards, a média da percentagem entre todos os vencedores é de 35%.
  • Só em casos de claro favoritismo ou de extremo equilíbrio, as percentagens foram superiores ou inferiores a 30%, respectivamente.
  • Desta forma, acaba por ter mais peso uma votação do público inequívoca, bem como entrega-se a responsabilidade de decisão à Academia no caso de uma decisão mais equilibrada.
  • Em qualquer um dos casos, qualqur votação massiva num nomeado que a Academia considere claramente inferior aos restantes, será compensada pela votação da Academia.
  • A pontuação final da Academia para cada uma das categorias será então distribuída da seguinte forma:
    35
    20
    15
    10
    8
    6
    4
    2
    Total100 pontos = 100%

  • Pontos do Público + Pontos da Academia
  • O nomeado que obtiver maior pontuação de acordo com esta fórmula simples, será o vencedor.
  • Abertas as inscrições para Avanca 2012

    Inscrições abertas para Avanca 2012

    Estão abertas as inscrições para a competição nos Encontros Internacionais de Cinema, Televisão, Vídeo e Multimédia de Avanca.

    Datas limite:


    Competição Avanca - 30 de Abril de 2012


    Filmes produzidos na região de Avanca

    Competição Internacional - 30 de Abril de 2012


    Filmes provenientes de todo o mundo

    Competição Estreia Mundial - 11 de Junho de 2012


    Filmes inéditos a nível mundial que escohlam Avanca para a sua primeira apresentação pública

    As categorias em que os filmes se podem inscrever são:
    - Curtas-metragens de ficção e animação;
    - Longas-metragens de ficção e animação;
    - Documentários;
    - Vídeos experimentais;

    Apenas serão admitidos filmes produzidos após 1 de Janeiro de 2010.

    Inscrições e material – avancafilmfestival@gmail.com
    Info – festival@avanca.com
    http://www.avanca.com

    Balanço final dos TCN 2011


    Agora que o Notebook libertou os números das votações pode-se fazer uma breve análise dos mesmos.

    Abertura




    Melhor Artigo





    Melhor Revista





    Melhor Novo Blog





    Melhor Crítica





    Melhor Iniciativa





    Melhor Blog Individual





    Melhor Blog Colectivo





    Melhor Blogger





    No geral o Antestreia não se saiu nada mal tendo ficado no pódio de todas as categorias em que foi nomeado. Aliás, entre os perdedores Antestreia e Dial P for Popcorn foram os melhores com uma medalha de prata e duas de bronze cada.

    20 de janeiro de 2012

    Começou a batalha pela Internet

    Em tempos a internet foi uma arma militar. Depressa tornou-se ferramenta de estudo e depois começou a democratizar-se permitindo que todos dissessem tudo. Foi um pouco o fim daquela organização científica, mas a mudança trouxe consigo as vantagens óbvias de um mercado competitivo. Aumentou a velocidade, diminuiu o preço, melhorou o aspecto de ofrmas impensáveis e apesar de tudo ficou mais segura. Só quem em parte também foi responsável por muita coisa má. Falemos daquilo que ao cinema diz respeito.

    Em tempos as revistas eram a única fonte de programação televisiva e com enorme descaramento traziam no interior uma capa de VHS para quem gravasse o filme da semana. A tecnologia permitia guardar cópias para uso privado e com o tempo não só começava a gravar apenas no momento certo como cortava intervalos. E a indústria do cinema era rica e feliz.

    Com o passar dos anos as pessoas não esperavam pela exibição televisiva para ver. Escolhiam o filme que queriam, alugavam uma vez e ficavam livres para sempre do logótipo da RTP (nos tempos em que tinhamos só dois canais). E a indústria do cinema era rica e feliz.

    Até que apareceu a Internet. Os espectadores começaram a saber com antecedência o que ia dar na TV, o que dava na TV de outros países, e começaram a ler sobre os filmes. Com a mesma naturalidade de sempre se o filme estava a passar num dos milhões de canais da internet faziam uma cópia. E a indústria do cinema lembrou-se que nem era rica nem era feliz.

    A solução passou por colocar leis contra a pirataria digital. Ainda bem que não se lembraram com retroactivos porque tenho uma dúzia de VHS que ainda pagavam multa se funcionassem.

    Penalizar quem faz o upload falhou. Penalizar quem faz o download era impossível. Sobrava penalizar quem facilita o contacto entre ambos. Em tempos foram os programas peer to peer, depois os sites de torrents, agora decidiram simplesmente proibir as empresas de apresentarem os conteúdos às pessoas. Qualquer fornecedor de ligação internet, motor de pesquisa ou local onde as pessoas possam escrever para um público alargado é obrigado a monitorizar tudo o que lá está publicado sob pena de ser fechado em caso de falha.

    Em termos de emprego gerado é bom sinal. São criados 150000 domínios diariamente, 4.5 milhões por mês, e valiar isso tudo obriga a contratar muita mão-de-obra barata ou a comprar máquinas o que faz circular dinheiro. Só que esse dinheiro está a ser pedido a empresas que não o podem pagar. Nem sequer a Google atendendo ao volume de dados com que trabalha conseguiria validar individualmente cada um dos links. Para terem uma ideia em 2008 já apontavam para 1000000000000 de páginas.

    O protesto que teve lugar dia 18 foi memorável. A Wikipedia diz que 170 milhões viram o seu protesto e 7 milhões quiseram saber como mostrar a sua indignação aos senadores, a Google recolheu 4,5 milhões de assinaturas.Foram todos muito criativos. A reacção não demorou e mesmo alguns senadores que apresentaram a proposta mudaram de lado com medo de perderem o lugar. A MPAA e Rupert Murdoch (o tal que anda a pagar indemnizações às pessoas que gravou sem autorização) indignaram-se com os traidores e a sua resposta foi o FBI no dia seguinte fechar MegaUpload, um site famoso pela pirataria. Prenderam pessoas na Nova Zelândia, desligaram servidores em Hong Kong, mostraram que o seu poder actual é suficiente para controlar ameaças.


    O problema é que nem só de pirataria vivia o site e tinha utilizadores honestos. Por exemplo, a Cine+Comics alojava lá os números da revista para facilitar o acesso a elas pelo público. E em Portugal se houve uma vítima clara foi o MyOneThousandMovies, blog que recolheu 2700 filmes de todas as épocas, géneros e nacionalidades de forma a educar pessoas para o cinema. Será pirataria? Talvez, mas atendendo à raridade dos filmes lá apresentados era mais um serviço público. Com a queda do arquivo sobraram 2700 textos apelativos sobre filmes que provavelmente nunca chegarão cá por "não termos dimensão que justifique a distribuição". Talvez se consiga por importação dobrado em turco e com legendas em cantonês.

    A resposta do submundo chegou logo de seguida com o ataque da Anonymous à MPAA, Universal e Department of Justice. A guerra continuará no ar por mais uns dias ou mesmo semanas. O que sair daqui ditará o futuro da Internet, mas até lá protejam muito bem os vossos conteúdos porque estamos na era da World Wild Web...

    19 de janeiro de 2012

    Entrar no mundo do cinema pelo Youtube

    Diz a lenda que todos os anos alguém é contratado pelos grandes estúdios por causa de um vídeo posto no Youtube. Pois desta vez isso vai acontecer e temos garantias! Ridley Scott e meio milhão de dólares dão uma ajuda.
    Your Film Festival, que seja a porta para o vosso sonho. O Antestreia estará aqui para vos apoiar.

    Hannibal, com veia musical

    Quem sabia que Sir Anthony Hopkins além de magnífico actor e realizador, é também compositor?

    Foi lançado dia 16 um cd com 49 minutos e 9 composições de Hopkins para filmes seus.

    SciFiWorld Portugal: estamos a contratar

    Com o anúncio da chegada da SciFiWorld a Portugal tenho recebido diferentes ofertas de ajuda e alguns candidatos espontâneos em busca de trabalho. De forma a esclarecer as dívidas de quem me escreve e aproveitar toda essa iniciativa, é chegada a hora de expor o que é preciso.

    São procurados diferentes perfis dependendo da vossa preferência, experiência e disponibilidade. Recordo que manter um portal destes dá mais despesas do que lucros pelo que isto não será um emprego remunerado, mas sim um trabalho árduo com reminescências de escravatura. Podem simplesmente fazer como toda a gente e chamar-lhe voluntariado. Imagino que isso não seja suficiente para desmotivar ninguém, mas o aviso fica feito.

    Aqui fica o que procuramos para a equipa. Se acham que se enquadram neste perfil candidatem-se. Se conhecem alguém que temos de ter na equipa, avisem-nos.

    -REDATORES DE NOTÍCIAS
    É preciso manter o site vivo e atualizado diariamente através da publicação de notícias, trailers, posters... podem usar as vossas próprias fontes ou traduzir do SFW Espanha.

    -CRÍTICOS
    Para acompanhar as séries de TV, sejam high fantasy, low fantasy, terror ou apenas o "Um Zombie na Pradaria",alguém com aquele compromisso de durante meio ano acompanhar e criticar semanalmente a série.
    -Críticas aos filmes que vão estreando. Mesmo contando com os thrillers, 2011 teve menos de 120 filmes de género. A dividir por 10 pessoas dá um por mês, se forem 5 pessoas dá 2 por mês. E em princípio serão vistos de graça, como imprensa ou em antestreia.
    -E não esquecer críticas a livros, comics, videojogos...

    -ENVIADO ESPECIAL
    Acompanhar um festival/rodagem de vez em quando. Tem de ser capaz de gerar texto rapidamente, assim como fazer um texto mais elaborado no final. Nessas situações também será preciso fazer a captura de imagem (fotografia e/ou video) no local.

    -ESPECIALISTAS
    Seria bonito uma vez por trimestre ou algo assim pegarmos num tema específico (pessoa, género, década, país) e falarmos sobre ele. Aí teriam mais tempo, mas teria de sair um trabalho exaustivo.

    PARTICIPAÇÃO DO PÚBLICO
    Vão ser feitas entrevistas a grandes nomes do cinema para publicação na revista. Por vezes é preciso um fã para ajudar com as questões a colocar.

    -OUTROS
    -Outras iniciativas podem ser propostas pelos candidatos. Se o cinema não for a vossa área também se podem candidatar, proponham áreas onde se sintam mais à vontade e que façam falta no site. Por exemplo criação de banda desenhada, escrita de contos, podcasts, apresentar o programa de webtv, fazer videos promocionais, desenvolvimento de aplicações web, marketing, concursos... A SFW Portugal será feita à imagem de quem nela participa com uma única regra: tem de ser fantástica!

    SIMPATIZANTES
    Falta-lhes talento ou simplesmente confiança para se juntarem a nós? Também precisamos de alguém que simplesmente fale de nós. Partilhem os nossos posts do Facebook, retwittem-nos, falem de nós aos vossos amigos. Quantos mais leitores tivermos mais motivados estaremos para trabalhar.




    Informação que pedimos


    Ao escreverem para se candidatarem indiquem a seguinte informação:

  • Nome
  • Idade (escusam de ser específicos se tiverem vergonha, basta dizerem se são maiores de 18)
  • Área de residência (cidades/distritos/ilhas onde passam a maior parte do tempo, máximo de 3)
  • Breve currículo cinematográfico (cursos tirados; publicações para onde tenham escrito; empresas, eventos ou filmes onde tenham trabalhado)
  • Anexar textos próprios ou indicar onde online se pode ler algo que tenham escrito (destaquem 2 ou 3 imperdíveis).
  • Tema preferido dentro do fantástico (género, época, autor, tema...)

    Se estiverem a propor alguém digam apenas para onde escreve e faremos o contato.

    Enviem para nuno(at)thescifiworld.com. Não há data limite.
  • 18 de janeiro de 2012

    A MPAA no dia do blackout

    Via /Film: A Motion Pictures Association of America é contra o apagão de hoje porque é a favor do SOPA.

    WASHINGTON —The following is a statement by Senator Chris Dodd, Chairman and CEO of the Motion Picture Association of America, Inc. (MPAA) on the so-called “Blackout Day” protesting anti-piracy legislation:

    “Only days after the White House and chief sponsors of the legislation responded to the major concern expressed by opponents and then called for all parties to work cooperatively together, some technology business interests are resorting to stunts that punish their users or turn them into their corporate pawns, rather than coming to the table to find solutions to a problem that all now seem to agree is very real and damaging.

    It is an irresponsible response and a disservice to people who rely on them for information use their services. It is also an abuse of power given the freedoms these companies enjoy in the marketplace today. It’s a dangerous and troubling development when the platforms that serve as gateways to information intentionally skew the facts to incite their users in order to further their corporate interests.

    A so-called “blackout” is yet another gimmick, albeit a dangerous one, designed to punish elected and administration officials who are working diligently to protect American jobs from foreign criminals. It is our hope that the White House and the Congress will call on those who intend to stage this “blackout” to stop the hyperbole and PR stunts and engage in meaningful efforts to combat piracy.”

    17 de janeiro de 2012

    Poster e trailer para "Florbela"

    "Florbela" de Vicente Alves do Ó

    Dia 8 de Março chega às salas o filme sobre a grande poeta Florbela Espanca. Contando com Dalila Carmo no papel principal e ainda com Albano Jerónimo, Ivo Canelas, José Neves e Rita Loureiro no elenco. A sinopse disponível no site da produtora diz o seguinte:
    Florbela Espanca é um dos vultos mais importantes da poesia portuguesa do século XX. A sua história pode ser contada com ou sem escândalo, ou fascinação pelo escândalo, mas será sempre a história de uma mulher apaixonada e que apaixonou. Reinventou o conceito de ser poeta, hoje em dia indissociável da música dos Trovante que todos sabemos de cor, "e dize-lo cantando a toda a gente". Este filme é o retrato íntimo de Flobela: uma vida cheia de sofrimento, mas uma poesia que se eternizou pelo seu encanto nunca longe da sensualidade.
    Florbela
    Site
    Facebook


    Fiquemos então com a música para que daqui a sete semanas as salas se encham pelo cinema português.

    Antestreia novamente na corrida a blog do ano

    O Blog Aventar fez uma competição para descobrir os melhores blogs do ano passado. A categoria de cinema é das mais preenchidas com 37 nomeados.

    Cinema


  • A Memória do Cinema

  • AnteCinema

  • Antestreia

  • Aros de Cebola

  • Bestecine


  • Blockbusters

  • Cine31

  • Cineblog

  • CinEuphoria

  • CineRoad

  • Cinema Português

  • Cinema Notebook

  • Cinema Xunga

  • Cinema’s Challenge


  • Close Up

  • Créditos Finais

  • Dial P For Popcorn

  • Frank and Hall’s Stuff

  • Going The Distance

  • Laboratório de Séries

  • Modern Times

  • Not A Film Critic

  • O Narrador Subjectivo


  • O Sétimo Continente

  • Portal Cinema

  • CineRoad

  • Da Casa Amarela

  • Keyzer Soze’s Place

  • Laxante Cultural

  • O Homem Que Sabia Demasiado

  • O Rato Cinéfilo

  • Portal Cinema


  • Preto e Branco

  • Rick’s Cinema

  • Royale With Cheese

  • Split Screen

  • Um Dia Fui Ao Cinema

  • Theatro Circo – Cinema

  • A televisão por outro lado tem sete nomeados:
    Televisão / Séries de TV


  • Game of Thrones Portugal

  • Imagens Projectadas

  • Portal de Séries


  • Sangue Fresco

  • Sons of Anarchy Portugal

  • TV Dependente

  • TV Files


  • Aproveitem para explorar um pouco deste mundo. Podem votar no vosso favorito de cada categoria até sábado.

    Se quiserem ser trafulhas, basta usarem o botão abaixo e ajudarem o Antestreia a passar à ronda seguinte :)

    Isto deve ser a melhor coisa que vão ver hoje

    Pedaços da música "Hello" de Lionel Richie espalhados por vários filmes.

    Créditos iniciais de "The Girl With the Dragon Tattoo"

    Esta semana veremos em cinema a versão americana do primeiro capítulo de Millennium. Eis a deslumbrante cena de abertura:

    16 de janeiro de 2012

    Bond - 50 anos, 50 veículos


    Há cinquenta anos que James Bond protege o mundo dos mais variados tipos de ameaças. O Museu Automóvel de Hampshire festeja a efeméride com uma exposição dos 50 veículos utilizados nos filmes, incluindo o mais recente Aston Martin DB5.


    Se quiserem ver este vídeo BBC, a reportagem vem logo depois da publicidade.


    Banners "The Grey", "Safe House", "The Woman in Black"

    The Grey
    Safe House
    Woman In Black


    Que rica prenda!

    Sairam três novos posters de "We Bought a Zoo". Quando o poster tinha uma zebra com um laço fazia sentido. Todas as crianças alguma vez pediram uma zebra ou uma girafa como prenda. Mas quem iria querer um tigre ou um leão de oferta? Bem, se a tratadora Kelly (Scarlett Johansson) vier com eles para garantir que se portam bem até posso reconsiderar...

    We Bought A ZooWe Bought A Zoo

    We Bought A Zoo

    Calendário SciFiWorld Portugal


    Começam a aparecer os primeiros conteúdos no SciFiWorld Portugal. Como o mês já vai adiantado, o calendário não podia demorar e por isso partilho aqui convosco o Janeiro do mundo fantástico.

    Calendário SFW


    Filmes e festivais a não perder, as efemérides que devemos recordar e os acontecimentos de ficção de uma forma que nunca foram vistos.

    Se se lembrarem de acontecimentos que estejam em falta avisem. A cada ano que passa tem de ficar mais completo porque todos os dias são fantásticos!

    Posters de "Star Wars Phantom Menace 3D"

    Apesar de muitos dizerem que tal nunca aconteceu e existem apenas três filmes, passaram 13 anos desde que a famosa saga voltou. E brevemente voltará novamente, com o 3D acrescentado. Aqui ficam os dois posters de então e sete de agora.

    Star Wars Phantom MenaceStar Wars Phantom Menace
    Star Wars Phantom MenaceStar Wars Phantom Menace
    Star Wars Phantom MenaceStar Wars Phantom Menace
    Star Wars Phantom MenaceStar Wars Phantom Menace
    Star Wars Phantom Menace

    Nova estrela mexicana em ascensão

    "Casa de Mi Padre" de Matt Piedmont

    Esqueçam Zorro e Machete. Os latino-americanos têm um novo herói a combater as injustiças, a proteger os fracos e a falar espanhol. Ele é Armando Alvarez, interpretado pelo estreante Will Ferrell. Calma, deve haver aqui algum erro. Diego Luna, Gael Garcia Bernal... bem, parece ser um filme sobre autênticos mexicanos. Então o que faz Ferrell aqui? Só vendo o trailer.
    Imdb
    Casa de Mi PadreCasa de Mi PadreCasa de Mi Padre