31 de janeiro de 2013

O regresso dos subsídios

Depois de um 2012 em que ninguém em Portugal viu dinheiro governamental para fazer cinema, em que durante um mês os filmes mais vistos eram nacionais, e em que voltamos a trazer prémios dos maiores festivais estrangeiros, eis que os subsídios regressam.

O concurso de apoio à produção audiovisual foi aprovado num decreto-lei da semana passada e já começou a contestação. Que não devia ter parado. Que não chega. Que está mal distribuído. Que não vai para onde é necessário. No entanto sempre são 10,19 milhões e dão para alguns artistas fazerem trabalhos que talvez cheguem para deixarem a pieguice e emigrarem para fazerem cinema onde isso é um negócio.

A notícia
A lei
Calendário dos concursos

Sem comentários: