11 de fevereiro de 2013

Monstra 2013 focada em Espanha e Brasil

Pela primeira vez, a MONSTRA - Festival de Cinema de Animação de Lisboa irá homenagear a cinematografia de dois países, naquela que será a maior edição do Festival e que, este ano, se realiza entre 7 a 17 de Março.

O programa da 12ª edição da Monstra, que irá decorrer entre 7 e 17 de Março de 2013, vai ser marcado pela retrospectiva às cinematografias brasileira e espanhola, que, segundo Fernando Garlito, director artístico do festival são “muitos mais ligadas à sua etnologia e etnografia, do que outras cinematografias internacionais”.

O festival começa a 7 de Março com a retrospectiva do Brasil, exibindo mais de 100 filmes deste país e homenageando o realizador Chico Liberato, que apresentará em Lisboa toda a sua obra, desde o “Boi Aruá”, de 1983 (realiza, em 2013, o seu 30º aniversário) à sua mais recente longa “Ritos de Passagem”, uma estreia europeia. A partir do dia 11 de Março, o festival debruça-se sobre o cinema de animação espanhol, com programas do País Basco, Comunidade Autónoma de Madrid, Galiza, Valência, Catalunha e uma homenagem a Segundo de Chomón, realizador espanhol, contemporâneo de George Méliès, que, para além de trucagens realizou ainda múltiplas animações, que serão apresentadas no programa do festival.

Uma novidade desta 12ª edição do festival, é a criação do “Prémio Produção”, que visa galardoar o melhor projecto de filme português. Este ano a competição é dedicada às longas-metragens, havendo também as habituais secções de competição de estudantes, curtíssimas e, pelo segundo ano consecutivo, a competição Portuguesa, com o Prémio SPA | Vasco Granja.

“From up on Poppy Hill”, de Gorõ Miyazaky (filho do conhecido realizador japonês Hayao Miyazaki), “Letter to Momo” ou” Grave of Fireflies”, do célebre realizador Isao Takahata, estreias absolutas em Portugal, irão integrar a retrospectiva japonesa da Monstra. O programa do Japão compreende também uma retrospectiva do realizador Mirai Misué que estará em Lisboa para apresentar os seus filmes e fazer uma masterclass sobre a sua obra. Além do Cinema São Jorge e do Cinema City Alvalade, o Festival terá também programação na Fundação Calouste Gulbenkian, que este ano se debruçará sobre o tema “Animação e Artes Plásticas”.

À semelhança de edições anteriores, a Monstrinha – a Monstra dos mais novos – volta ter grande destaque no programa do festival, com sessões durante a semana em várias escolas da cidade Lisboa e, com filmes ao fim-de-semana para pais e filhos, entre os quais se destacam “O Grilo Feliz e os Insectos Gigantes” e “Os Brichos”, duas longas-metragens brasileiras.

A Monstra vai ainda exibir dois dos maiores filmes de animação da história do cinema e que, em 2013, celebram 25 anos: “Quem Tramou Roger Rabbit”, um clássico da Disney, realizado por Robert Zemeckis e “Akira”, de Katsuhiro Otomo, um filme japonês que liga o animé à manga.

Numa conjuntura marcada pelos sucessivos cortes orçamentais, a Monstra 2013 irá apresentar mais de 250 filmes na retrospectiva brasileira e espanhola, cerca de 140 filmes em competição, representando 48 países, 14 prémios e 10 dias num total de mais de mais de 250 sessões e de 500 obras de muito e bom cinema de animação, naquela que será a maior edição do Festival.

Sem comentários: