11 de julho de 2013

“V Tumane/In The Fog” por Nuno Reis

A rubrica “Da Curta à Longa” é das mais interessantes que podemos assistir no Curtas. O conceito é revisitar autores de curtas quando fazem longas. Isso leva a que se ganhe curiosidade por trabalhos anteriores e serve para cativar espectadores do cinema dito “normal” para o formato curto, mas serve especialmente para dar credibilidade às curtas. Que funcionou ninguém duvida, o Curtas é a maior prova disso e já vão mais de vinte anos assim. Este ano um dos títulos fortes da rubrica era “V Tumane”/”In the Fog”, vencedor do prémio FIPRESCI em Cannes.

Estamos na Biolorússia - na altura URSS - em 1942, durante a ocupação alemã. Três homens são enforcados por fazerem resistência, ou melhor, por “sabotarem a ajuda dos alemães”. Mas havia quatro suspeitos e quatro foram presos. Essa excepção é mal vista pela população. Um dos rebeldes encara como assunto pessoal garantir que o sobrevivente, seu velho amigo, pagará pela traição. Quis o destino que a missão não corresse tão bem como era suposto e se vissem obrigados a dialogar e a resolver as suas diferenças. Essa viagem ao passado vai obrigar as personagens e os espectadores a pensar sobre as decisões cruéis que o destino por vezes obriga a fazer e a que ponto pode alguém descer e ainda se achar um ser humano.

Não é um filme para todos. O documentarista Sergei Loznitsa capta uma faceta normalmente desprezada da guerra: as vidas destruídas pela suspeita. Por entre os heróis e os cobardes, há sempre alguém que tem de sofrer. Aquele que, independentemente do que diga, será sempre julgado com base em algo que é dito. Aqui há os três casos. O que quer fazer algo, o que quer fugir depressa, e o que está disposto a pagar pelo pecado que diz não ter cometido. Em tempo de guerra e fome, ninguém tem razão e muitos morrem sem motivo. A guerra é assim mesmo, estúpida. E como todo o filme se passa fora do campo de batalha, já com esse bocado da guerra terminado, ainda mais inútil se tornam as mortes.

Nâo sendo um filme curto ou rápido, dá tempo suficiente para muitas reflexões. Vai perder alguns espectadores menos acostumados a exercícios do género, mas, para os que se deixam ficar, vai revelando aos poucos uma história empolgante. Demora demasiado a chegar lá, mas finalmente saímos da floresta e vemos o que se esconde no nevoeiro.

 V TumaneTítulo Original: " V Tumane" (Alemanha, Bielorússia, Países Baixos, Rússia, Letónis, 2013)
Realização: Sergei Loznitsa
Argumento: Sergei Loznitsa (baseado no livro de Vasili Bykov)
Intérpretes: Vladimir Svirskiy, Vladislav Abashin, Sergei Kolesov
Música:
Fotografia: Oleg Mutu
Género: Drama, Guerra, História
Duração: 127 min.
Sítio Oficial: http://www.inthefog-movie.com/

Sem comentários: