14 de novembro de 2015

Frase do dia - #TodosSomosParis

Rain Midnight in Paris
Esta rubrica não é diária, mas é apropriado voltar por uns momentos em homenagem a Paris. Podíamos recorrer a "Paris, Je t'Aime", a "Forget Paris" ou mesmo a "Casablanca". Mas como a tragédia chegou de noite, recordemos as noites mágicas de "Midnight in Paris".

Em 2002 Woody Allen aceitou aparecer nos Oscares para lembrar ao mundo que Nova Iorque continuava a existir e a precisar que filmassem lá.
Não é de estranhar que faça o mesmo pela sua igualmente estimada Paris. Enquanto isso não acontece, recordemos o que nos disse sobre ela.

Adriana:I can never decide whether Paris is more beautiful by day or by night.
Gil: No, you can't, you couldn't pick one. I mean I can give you a checkmate argument for each side. You know, I sometimes think, how is anyone ever gonna come up with a book, or a painting, or a symphony, or a sculpture that can compete with a great city. You can't. Because you look around and every street, every boulevard, is its own special art form and when you think that in the cold, violent, meaningless universe that Paris exists, these lights, I mean come on, there's nothing happening on Jupiter or Neptune, but from way out in space you can see these lights, the cafés, people drinking and singing. For all we know, Paris is the hottest spot in the universe.

Seja na Belle époque, nos saudosos anos 20, ou nesta década, Paris será sempre Paris, os seus ideais viverão para sempre como lema da Humanidade com que sonhamos, e a cidade do Amor vencerá o ódio. Paris não se vai reerguer porque não cairá. Não perante a estupidez. E quanto mais baterem na Europa - qualquer que seja a cidade - mais forte será o espírito europeu.

Sem comentários: