9 de maio de 2010

"9" por Nuno Reis


5: I don't mind having one eye. It just means I can focus on one thing at a time.


Num mundo pó-apocalíptico, um cientista cria 9 bonecos a que dá vida. No último deles está a única esperança da Humanidade para sobreviver num mundo de máquinas. Só precisa de convencer os restantes 8 a ajudá-lo, escapar às máquinas mortíferas, e saber o que fazer. 1 é um líder religioso que se opõe a tudo o que seja progresso. 8, pouco inteligente, mas forte é o seu maior aliado. Por outro lado 2 é um inventor que anseia pela mudança. Do seu lado tem os gémeos arquivistas 3 e 4. 5 é o mecânico e reparador de serviço, vai ter muito trabalho. 6 é um artista visionário, 7 é uma guerreira independente e 9 é o herói. Cada um representa uma faceta da Humanidade. Tem primeiro de lidar com os problemas mais comuns da nossa espécie para poder fazer algo. A religião é o entrave. Depois tem de reunir o conhecimento, a criatividade, a coragem e a força numa luta desigual contra os monstros mecânicos.

As vozes são de qualidade inquestionável. Temos Christopher Plummer, Martin Landau, John C. Reilly, Crispin Glover, Jennifer Connelly e, como 9, Elijah Wood. Ironicamente Alan Oppenheimer - que dá a voz ao cientista responsável pelo fim do mundo - é aparentado a Robert Oppenheimer, inventor da bomba atómica. Isso foi possível porque na produção está Tim Burton. Quando se trata de futuros negros e catastróficos é o homem com quem falar e toda a ideia de almas aprisionadas em máquinas parecia muito familiar no universo Burton. Dessa forma a curta nomeada a Oscar há quatro anos tornou-se um caso a observar com atenção. Um mundo sem pessoas teria alguma réstia de humanidade? Isso seria transmissível via filme animado? Missão difícil...

É uma curiosa metáfora sobre a mente e espírito humanos. Como filme desilude. É demasiado escuro para ser visto sem esforço, o que é de estranhar visto que os mesmos estúdios fizeram "Coraline" e aí dosearam bem a escuridão. Shane Acker esteve demasiado preso ao seu sucesso estudantil, para fazer algo ousado neste trabalho. Talvez com um argumento feito por outro consiga revelar o seu potencial, mas a ajuda de Pamela Pettler ("The Corpse Bride") não foi suficiente para transfigurar a curta-metragem numa longa.

Título Original: "9" (EUA, 2009)
Realização: Shane Acker
Argumento: Shane Acker, Pamela Pettler
Intérpretes: Christopher Plummer, Martin Landau, John C. Reilly, Crispin Glover, Jennifer Conelly, Fred Tatasciore, Elijah Wood e Alan Oppenheimer
Música: Deborah Lurie
Género: Animação, Aventura, Fantasia, Ficção-Científica
Duração: 79 min.
Sítio Oficial: http://www.filminfocus.com/focusfeatures/film/9

Sem comentários: