4 de setembro de 2010

"Grown Ups" por Nuno Reis

Olhando para trás cada um de nós recordará uma época da vida em que tudo era simplesmente perfeito. Sermos o centro do mundo para alguém, os amigos estão por perto, muita diversão, cada vitória é festejada como um grande feito… ai, a nossa velha infância. Com a idade tudo muda. Os amigos afastam-se, cada um começa a ter as suas responsabilidades profissionais e familiares que os impedem de estarem com quem lhes era verdadeiramente querido. Não que a família seja menos importante, é uma relação diferente, de responsabilidade e onde não é permitido falhar. Quem não gostaria de, só por algumas horas, voltar à outra época?
Em "Grown Ups" um grupo de amigos vai ter essa oportunidade. Em 1978 tinham 12 anos e jogavam basket. Tornaram-se campeões e o treinador disse-lhes para fazerem dali em diante o que tinham feito naquele campo. Se dessem sempre o seu máximo quando soasse o apito final não teriam arrependimentos. Se dessem o melhor de si seriam campeões na vida. Quem os visse agora diria isso. O destino levou-os para diferentes locais, para diferentes vidas e diferentes famílias. Quando lhes comunicam que o treinador morreu, voltam a casa para a última homenagem. No funeral em que se despedem de um grande amigo, reencontram a equipa. Cinco amigos, quatro esposas, muitos filhos, um cão e uma ama vão tornar aquele fim-de-semana num regresso às origens. Está na hora de largarem o mundo do conforto e das tecnologias para voltarem a brincar na natureza, correr por entre as árvores, desafiar o perigo e ensinar aos filhos o que é viver.

Este filme é uma comédia ligeira com uma grande lição. Diz que podemos sempre voltar ao lugar onde fomos mais felizes. Diz que as verdadeiras amizades duram para sempre. Diz que está em cada geração o dever de ensinar a seguinte a viver e, como "é precisa toda uma aldeia para educar uma criança", isso pode ser feito em grupo. O verdadeiro espírito de equipa não está em confiar neles durante um jogo de basket, mas em confiar-lhes a nossa vida, os nossos filhos.
Não é um trabalho ambicioso de cinema que pretenda prémios e honras pelo mundo fora. Mas também não é daqueles filmes simples que nos querem apenas sugar dinheiro sem dar nada em troca. É a história de pessoas normais, com vidas e famílias como todos nós temos ou sonhamos. Tão depressa se divertem como crianças, como fazem loucuras de adolescentes ou assumem a responsabilidade dos seus actos como adultos. Visto com a companhia certa pode proporcionar diversão do início ao fim – nem no funeral é sério – mas visto com os filhos pode criar momentos de cumplicidade maravilhosos. Talvez até seja o mote para uma viagem semelhante ao passado.

Para que público está dirigido? Para os quarentões que podem adiar a crise da meia-idade levando os filhos a experimentar a vida de outra época. Para os jovens que ainda não constituíram família verem em grupo e sonharem com um futuro em que continuam juntos. E para todos os que cresceram a ver comédias com estes actores e agora os podem ver num registo de grande classe. Afinal, quantas oportunidades haverá de ver Adam Sandler, Salma Hayek, Kevin James, Maria Bello, Chris Rock, Maya Rudolph, David Spade, Rob Schneider e Steve Buscemi juntos num filme despretensioso, feito entre amigos com o simples propósito de se divertirem e partilhar um bom momento com os espectadores?

Muito se fala de um remake ou sequela d' "os Goonies". Remake continuo a ser contra, nada nem ninguém conseguirá repetir o fenómeno que me fez gostar de cinema. Agora a haver uma sequela e sendo no espírito deste filme, sim, claro, já!

Título Original: "Grown Ups" (EUA, 2010)
Realização: Dennis Dugan
Argumento: Adam Sandler, Fred Wolf
Intérpretes: Adam Sandler, Kenin James, Chris Rock, David Spade, Rob Schneider, Salma Hayek, Maria Bello, Maya Rudolph, Joyce Van Patten, Ebony Jo-Ann, Di Quon, Steve Buscemi, Madison Riley, Jamie Chung, Ashley Loren
Fotografia: Theo van de Sande
Música: Rupert Gregson-Williams
Género: Comédia, Romance
Duração: 102 min.
Sítio Oficial: http://www.sonypictures.com/movies/grownups/

Sem comentários: