8 de outubro de 2012

"Robot & Frank" por António Reis

António Reis em Sitges fala-nos de alguns dos filmes exibidos.


Robot e Frank, a simpatia em metal e osso

Quando se escolhe ir ver um filme onde Frank Langella contracena com Susan Sarandon, é quase inevitável que seja um bom filme. “Robot & Frank” é um desses filmes ternurentos e simpáticos que a brincar, a brincar, vai obrigar-nos a reflectir sobre temas muito sérios: a velhice e a solidão que acarreta, o esquecimento, o conflito de gerações, e as novas tcnologias incorporadas no nosso dia-a-dia.

O que poderia ser um daqueles dramas insuportáveis sobre o quotidiano dos séniores, é aqui abordado com a fina ironia do seu argumento e sobretudo interpretações fabulosas. A história na sua aparente banalidade resume-se a um velho com manifestos sinais de perda de memória funcional, e aos problemas de consciência que isto acarreta aos seus filhos. Para pôr alguma ordem no seu quotidiano nada melhor que um robot mordomo eficaz, atencioso e sempre disponível. Se está programado para cumprir as três leis da robótica de Asimov, bem depressa ele adapta-se e começa a ter opiniões. O robot passa a ser o melhor amigo do homem.
Pela descrição ficaram convencidos que era um filme lamechas estilo "Bicentennial Man"? Errado. É uma história de amizade e complicidade entre homem e máquina e de como se pode apreciar a vida depois dos 70. Produção mais do que económica, “Robot & Frank” é o primeiro filme de Jack Schreiber e revela um talento enorme na gestão do guião e na capacidade de fazer rir com inteligência. Apresentado no festival de Sitges, conseguiu a proeza de não desagradar a ninguém, mas sobretudo de agradar muito a um sector de público que reconhece que há cinema interesante para lá dos efeitos especiais. E que no cinema o essencial é a capacidade de saber contar uma boa história. Recomendamos vivamente. Um filme que nos põe de bem com o mundo e com o cinema e que prova que a vida pode ser fantástica todos os dias.

Robot & FrankTítulo Original: "Robot & Frank" (EUA, 2012)
Realização: Jake Schreier
Argumento: Christopher Ford
Intérpretes: Frank Langella, Susan Sarandon, James Marsden, Liv Tyler, Peter Sarsgaard
Música: Francis and the Lights
Fotografia: Matthew J. Lloyd
Género: Comédia, Drama, Ficção-Científica
Duração: 89 min.
Sítio Oficial: http://robotandfrank-film.com/

Sem comentários: