9 de abril de 2010

"I Love You Philip Morris" por César Nóbrega


Estreia nas salas de cinema portuguesas a 22 de Abril um dos melhores filmes de Jim Carrey dos últimos anos. O canadiado contracena com Ewan McGregor e Rodrigo Santoro. Fazem de homossexuais. "Eu Amo-te Philip Morris" foi acusado de ter um cena de sexo sado-masoquista demasiado forte (!?!). Comédia e drama enlaçam-se num filme que para o César Nóbrega é imperdível. Aconselhável mesmo para os homofóbicos!

Um dos mais incompreendidos actores da actualidade, Jim Carrey, está finalmente a chegar às salas de cinema portuguesas com um excelente filme – EU AMO-TE PHILIP MORRIS. Carrey está em grande forma num registo onde se sente em casa, a comédia.

Eternamente esquecido nos Óscares, o em tempos "Ace Ventura – Detective Animal" (1994) é o mais fiel seguidor de Jerry Lewis (também este só em 1998 ganharia um Óscar pela vida dedicada à comédia). Jim Carrey, tal como Lewis, serve-se da linguagem corporal para fazer rir. Toda a gente viu e riu de, colocando de parte os elitismos, filmes como "Doidos à Solta" (1994), "A Máscara" (1994) e "O Mentiroso Compulsivo" (1997). Contudo, Jim Carrey assinou as suas melhores prestações em dramas. Quem não se recorda de filmes como "A Vida em Directo" (1998), "Homem na Lua" (1999) ou "O Despertar da Mente" (2004). Esta é a prova que Jim Carrey é, de facto, um grande actor. Tanto é o seguidor de Jerry Lewis como depois está a encarnar a vida do alienado Andy Kaufman ou a fazer o papel de um homem que com o coração desfeito decide apagar a memória para não se lembrar do seu amor perdido.

O canadiano Jim Carrey não tem tido uma vida fácil em Hollywood. Apesar de todos os esforços tem ficado sempre à margem dos prémios. O reflexo mais visível é uma depressão que não deixa em paz Carrey e que terá levado à recente separação da companheira de cinco anos, Jenny McCarthy. (Afinal os actores são seres humanos como nós!).

No grande ecrã Jim Carrey fez, recentemente, do velho Scrooge no filme 3D da Disney "Um Conto de Natal", realizado por Robert Zemeckis, e para 2012 está anunciado em "Butter", uma comédia do britânico Jim Field Smith que já trabalhou com Rick Gervais.

Em "Eu Amo-te Philip Morris", Jim Carrey terá o seu mais complexo trabalho de comédia e drama. Baseado em factos reais, o filme é realizado por Glenn Ficarra e John Requa que em 2003 escreveram o argumento de "O Anti Pai Natal" de Terry Zwigoff.

Estreado no Festival de Cinema de Sundance em Janeiro de 2009 e exibido no Festival de Cinema de Cannes em Maio desse mesmo ano, chega muito tarde à distribuição comercial. Não deve ser alheio o facto de o filme ser acusado de ter uma cena de sexo sado-masoquista entre um casal homossexual demasiado forte... os puritanos não deixam de nos surpreender!

Jim Carrey é Steve Russell um polícia, casado e, aparentemente, feliz com a vida que leva. Um acidente de carro leva Steve a repensar toda a sua vida. Afinal, Steve é um homossexual frustrado e, por isso, decide mudar tudo, viver cada dia como se fosse o último. A nova vida de Steve é cheia de extravagâncias que só vai conseguir pagar com fraudes e crimes de colarinho branco. Apanhado pelas autoridades, Steve é preso. É na cadeia que vai conhecer o amor da sua vida – Philip Morris.

Ao lado de Jim Carrey encontramos um, também, fabuloso Ewan McGregor. O britânico que teve o seu primeiro grande papel em 1994 no filme "Trainspotting" de Danny Boyle é o co-protagonista desta história. Mais um actor a mostrar grande versatilidade nas personagens que desempenha. De toxicodependente a guerreiro Jedi, Obi Wan Kenobi (saga "A Guerra das Estrelas"), passando por poeta apaixonado em "Moulin Rouge!" de Baz Luhrman (2001), McGregor é o Philip Morris do título do filme, por quem o protagonista está disposto a fazer tudo.

Último olhar sobre o Rodrigo Santoro. Conhecido dos portugueses de telenovelas como "Suave Veneno" (1999), o brasileiro de 35 anos já conquistou Hollywood, passando por produções como "300" (2006) a série televisiva "Lost" e os dois "Che" de Steven Soderbergh.


Título Original: "I Love You Phillip Morris" (EUA, França, 2009)
Realização: Glenn Ficarra, John Requa
Argumento: (baseados no livro de Steven McVicker)
Intérpretes: Jim Carrey, Ewan McGregor, Rodrigo Santoro
Fotografia: Xavier Pérez Grobet
Música: Nick Urata
Género: Comédia, Drama
Duração: 102 min.
Sítio Oficial: http://www.phillipmorristhemovie.com/

1 comentário:

dragonisa disse...

Promete, a não perder!