4 de abril de 2010

Nicole Kidman - actriz cantora





Pouco será preciso dizer sobre a carreira recente de Nicole Kidman, uma das grandes estrelas da actualidade. Nascida no Havai a um casal australiano, ainda se mudou para Washington antes de assentar em Sidney. Fez algum teatro e aos quinze anos estreou-se em cinema com "Bush Christmas".

A estreia americana foi em "Dead Calm" realizado por Phillip Noyce (australiano) ao lado de Sam Neill. Até aí correu tudo bem, mas depois chegou Tom Cruise e "Days of Thunder". Após o casamento fez diversos filmes como "Billy Bathgate" com Dustin Hoffman, Bruce Willis e Steve Buscemi, "Far and Away" com o marido e "My Life" com Michael Keaton e Queen Latifah.
Foi então que começou a carreira a sério e os filmes que é obrigatório conhecer. Fez parte do mega-elenco de "Batman Forever" (espreitem aqui), ganhou um Golden Globe por "To Die For", trabalhou com a compatriota Jane Campion em "Portrait of a Lady", foi uma estrela de acção em "The Peacemaker" e encantou em "Practical Magic" onde canta por uns breves momentos. Finalmente, entrou no derradeiro filme de Kubrick "Eyes Wide Shut".








Tinha a fama, tinha o talento, só lhe faltava ser a número um. Com a mudança da década chega uma nova mulher. 2001 é o ano dela por entrar em "Moulin Rouge!", em "The Others" e em "Birthday Girl". Provando que consegue fazer musical, terror e maus filmes. A lesão que a obrigou a fazer cenas de "Moulin Rouge!" em cadeira de rodas impediu-a de ser também a protagonista de "Panic Room", mas também aí teve um papel vocal.

Como cantou e encantou fez uma parceria inesquecível com Robin Williams.

No ano seguinte continuou a inovar, ganhou um Oscar, e desde então já fez todo o género de papéis para os mais conceituados realizadores, incluindo de pinguim-fêmea cantora.

Em 2009 regressou aos musicais pela mão de Rob Marshall em "Nine".


Venha o que vier, esperamos continuar a ouvi-la por muitos anos mais.

Sem comentários: