23 de março de 2011

"Secretariat" por Nuno Reis


Por trás de um grande cavalo por vezes há uma grande mulher

Secretariat é um nome terrível para um cavalo. A menina Tweedy queria chamá-lo Big Red e tentou registar esse nome, mas foi recusado assim como muitos nomes a seguir por já ter existido um cavalo com esse nome. Depois de dez nomes recusados foi proposto Secretariat e o nome estava livre, vá-se imaginar porquê. O tempo veio a provar que Big Red precisava de um nome único porque este animal ia fazer o que nenhum anterior tinha conseguido. Ia ser o maior cavalo de corridas de sempre.

Penny Chenery tinha uma vida sossegada como doméstica. as filhas estavam-se a tornar numas hippies, mas essa era a sua única preocupação. Até que a mãe falece e tem de voltar à quinta onde cresceu. Mais do que o choque de perder a mãe ou rever a família, é a criação de cavalos que lhe capta o interesse. Nunca esqueceu os tempos passados nas cavalariças, mas começa a sentir uma necessidade de lá voltar. Com a incapacidade mental do pai vai acabar por ter de pegar nas rédeas do negócio e vendê-lo para acabar com as dívidas e perder tudo, ou arriscar o que não tem para talvez conseguir um milagre. Um lançamento da moeda vai tomar a decisão por ela. Para formar a sua equipa procura os melhores. Não quer os que são campeões, quer os que nunca desistiram. E para marcar o seu lugar num mundo de homens compromete-se a conquistar as três maiores provas com um cavalo que ninguém queria.

Os cavalos de corrida estão fartos de dar origem a filmes. A adaptação de Secretariat demorou, o que vai contra a história do cavalo que teimava em ser primeiro. Mesmo vindo depois de tantos concorrentes e sendo a história sobejamente mais conhecida (pelo público-alvo, os americanos de meia-idade), "Secretariat" aguenta-se nas patas do início ao fim. Excepto pelos excelentes momentos em que chamam a patroa pelo nome de solteira, a dualidade família/negócio é tocada demasiado ao de leve, mas tudo mais do ponto de vista humano está recomendável. Do ponto de vista desportivo mantém a adrenalina ao rubro e o suspense elevado. A parte financeira é uma assombração que tarda a conseguir afirmar-se como membro integrante da história, mas quando é precisa é com números de respeito para impressionar.
O filme tem um bom elenco, uma história cativante e resulta muito eficaz. As duas horas que demora são uma surpresa porque se vê com gosto e parece acabar demasiado depressa.

SecretariatTítulo Original: "Secretariat" (EUA, 2010)
Realização: Randall Wallace
Argumento: Mike Rich (baseado no livro de William Nack)
Intérpretes: Diane Lane, John Malkovich, Dylan Walsh, Margo Martindale, Nelsan Ellis, James Cromwell, Scott Gleen
Música: Nick Glennie-Smith
Fotografia: Dean Semler
Género: Desporto, Drama, Família, Histórico
Duração: 123 min.
Sítio Oficial: http://disney.go.com/disneypictures/secretariat

Sem comentários: