14 de julho de 2011

"Politist, Adjectiv" por Nuno Reis

Em ano de homenagem a Corneliu Porumboiu não faltou no Curtas o seu mais recente trabalho, “Politist, Adjectiv” de 2009. Tal como o título sugere, estamos perante a definição do que significa Polícia. Do que significa ser polícia. Será através de um elemento dessa força que vamos compreender o dia-a-dia de um agente da autoridade e os dilemas que enfrenta no cumprimento do dever.
A missão da polícia é proteger e servir. Por isso Cristi sente-se desconfortável tendo por missão seguir e vigiar um adolescente acusado de ser distribuidor de droga.Ele apenas vê um jovem recatado, a consumir drogas leves com os amigos. Enquanto isso elabora teorias sobre o que se passará com o suspeito. Terá sido denunciado pelo amigo que lhe cobiça a namorada? Será o irmão do suspeito o verdadeiro traficante? E que sentido faz enviar um jovem para a prisão se nos outros países o consumo começa a ser legalizado?
Politist, Adjectiv

Tal como as missões de vigilância o filme é um pouco monótono. Em vez de procurar a adrenalina em inúmeras coisas simultâneas como nos policiais convencionais, o importante é observar cada cena que nos é transmitida em longos planos. Além do trabalho de rua, também a burocracia é uma componente fundamental da missão de um agente. Entre identificar carros, descobrir ocupantes de uma morada e investigar cadastros criminais, um relatório só fica completo quando tudo for esmiuçado. E como Cristi sabe que nada se passa, desespera em busca de algo que faça sentido o que sua vez faz o chefe irritar-se com a demora em obter resultados. Finalmente, um polícia também é um homem e tem os seus momentos familiares corriqueiros que ajudam a desanuviar de tanto crime nas ruas e obsessão pelos resultados na esquadra.
De louvar o desempenho de Dragos Bucur que mantém diálogos brilhantes com a esposa e o chefe em planos sequência bem demorados. Esse talento nato também se evidencia por vezes em planos mais curtos, mas é especialmente nessas longas conversas a procurar compreender uma metáfora do Amor e a levar um raspanete do chefe (pequeno mas brilhante papel de Vlad Ivanov) que atinge o máximo.
Politist, Adjectiv

Nesta reflexão social o problema que se coloca é estarmos numa era em que as palavras ganham importância sem ganharem significado. Em vez de se usar a mente para interpretar frases usa-se o dicionário. Em vez de se seguir a consciência segue-se a legislação. Estando tudo definido por regras inamovíveis, que flexibilidade sobra ao indivíduo para ser único e livre? Kafka adoraria o tema.
É dos melhores filmes romenos dos últimos tempos, um título a ver quando possível, e Porumboiu é um cineasta a manter debaixo de olho. Quanto à definição de polícia, cada um terá de tirar as suas próprias conclusões.


Politist, adjectivTítulo Original: "Politist, adjectiv" (Roménia, 2009)
Realização: Corneliu Porumboiu
Argumento: Corneliu Porumboiu
Intérpretes: Dragos Bucur, Vlad Ivanov, Irina Saulescu, Ion Stoica, George Remes
Fotografia: Marius Panduru
Género: Crime, Drama
Duração: 115 min.
Sítio Oficial: http://www.ifcfilms.com/films/police-adjective

Sem comentários: