24 de janeiro de 2011

Regras para um primeiro encontro (imediato de terceiro grau)


A ficção-científica sempre nos quis colocar em contacto com novos mundos, novas formas de vida e novas civilizações. Mas alguém sabe exactamente o que fazer quando ouvir a célebre frase "Earthling, take me to your leader!" ?

Quem se quiser preparar para esse momento só tem de consultar a revista da Royal Society dedicada ao tema. Fala da possibilidade de vida extraterrestre, da procura de vida inteligente, qual o aspecto deles e os riscos (militares e religiosos) de nos encontrarem, cenários para o primeiro contacto e quem mediará o contacto. Pelos vistos a comunidade científica concorda que não pode ser a ONU a decidir o que fazer, mas precisam do aval deles para avançar.

O tema foi largamente discutido no livro/filme "Contact" e as conclusões lá tiradas continuam a ser válidas. Não é preciso nenhum super-homem capaz de derrotar Predators ou super-mulher capaz de derrotar Aliens. É preciso alguém que consiga lidar com o cenário "We come in peace" e simultaneamente esteja disposto a ser um mártir se vierem a pensar "Nice planet. We'll take it!". Tem de ser alguém que reuna características que permitam um diálogo científico e político e sem medo de deixar para trás todos os paradigmas terrestres. Tem de ser um omni-heurista, um diplomata e um sonhador.

Na eventualidade de não nos darem tempo de escolher alguém, convém que cada um de nós antes de se aproximar de coisas caídas do céu passe os olhos pelas regras básicas.

Sem comentários: