9 de janeiro de 2011

"The Tourist" por Nuno Reis


A troca de Tom Cruise de "Salt" por "Knight and Day" deu uma grande personagem a Angelina Jolie, mas ela não deve ter gostado porque a sinopse deste "The Tourist" é tão parecida que parece uma resposta dela a esse filme. Se Cruise era um agente secreto imparável que arrastava uma turista para uma conspiração de agentes duplos, Jolie é uma mulher arrasta um turista para uma conspiração de branqueamento de dinheiro.

Um homem (Johnny Depp) sozinho num comboio ao ser abordado por uma mulher como Angelina Jolie fica indefeso. Qualquer pedido dela é uma ordem e por isso Frank (é esse o nome dele) depressa está preso na mentira de Elise (o nome dela). Elise precisa de um homem com aquela altura e complexão para se fazer passar por Alexander, um namorado dela igualmente procurado pela polícia e pela máfia que recorreu a cirurgia plástica para escapar. Depois de prender o isco nas suas teias, ele vai ter de lidar com os perseguidores, enquanto ela espera ser contactada pelo Alexander. O problema é que se apaixonam e nem ela o quer deixar entregue à sua morte, nem ele está disposto a viver sem ela.

Tendo visto o original ("Anthony Zimmer") a história não era uma surpresa. O início deste filme é incrivelmente semelhante, apesar de ser claramente menos dramático. Toda a cena do inquérito e a intriga suscitada pelo russo desapareceu, passando directamente para a mulher misteriosa que recebe um bilhete numa esplanada e parte directamente para o comboio sem sequer preparar uma mala. Saber o que se está a passar não é necessário, e pelo excerto o novo filme até pareceu mais credível. A partir daí as diferenças são mínimas, com a excepção de serem um americano e uma inglesa em França e Itália em vez de ser uma história sobre franceses em França. Isso proporciona algum humor porque o americano é exímio a falar espanhol em Itália, numa mordaz ironia à convicção americana de que quem não fala inglês fala "mexicano". Os actores não funcionam tão bem como funcionaram os franceses, mas têm a segurança de muitos anos de carreira e a empatia do público. Têm o perfil adequado para o novo objectivo do filme e dentro disso são convincentes.

Ao longo da primeira hora o filme é deveras cativante, em especial a banda sonora. Se o filme acabasse com a despedida seria muito bom. Mas tinham de prolongar o filme. O trecho final não tem a mesma qualidade e desce bastante o nível, em especial por culpa da personagem já desinteressante de Paul Bettany que compromete a vertente de intriga e espionagem do filme. O produto no seu todo serve como entretenimento e é um filme muito ao gosto americano. Alertava só para o facto de Itália começar a ser uma obsessão de Hollywood.

The TouristTítulo Original: "The Tourist" (EUA, França, 2010)
Realização: Florian Henckel von Donnersmarck
Argumento: Florian Henckel von Donnersmarck, Christopher McQuarrie, Julian Fellowes (filme original de Jérôme Salle)
Intérpretes: Johnny Depp, Angelina Jolie, Paul Bettany, Steven Berkoff, Timothy Dalton, Rufus Sewell
Música: James Newton Howard
Fotografia: John Seale
Género: Acção, Drama, Thrilelr
Duração: 103 min.
Sítio Oficial: http://www.sonypictures.com/movies/thetourist/

Sem comentários: