30 de janeiro de 2010

"G-Force" por Nuno Reis

No final de 2009 estreou um filme com Sam Rockwell, Penelope Cruz, Tracy Morgan, Jon Favreau, Nicolas Cage, e Steve Buscemi. Podem ter visto o filme, mas a eles não viram: eram roedores. "G-Force" combinou o poder do marketing Disney com um elenco de luxo e uma ideia divertida. Uma equipa secreta e altamente treinada de porquinhos-da-índia tem como primeira e última missão derrotar máquinas de café que ameaçam conquistar o mundo. O departamento deles corre risco de extinção e por isso terão de mostrar o seu valor e ir onde nenhum homem ousou. Se falharem o laboratório é fechado, eles são vendidos a crianças, e o mundo é conquistado pelos micro-ondas.

Com um soberbo conjunto de vozes era agora exigido muito da técnica cinematográfica para combinar as criaturas peludas com os poucos actores físicos (Zach Galifianakis e Kelli Garner como os bons da fita, Bill Nighy e Will Arnett como os maus). Está tão bom que até nos podemos esquecer que ratos não falam e não actuam, fazem parte da história."G-Force" assume um lugar honroso no cruzamento entre imagem real e CGI. Os porquinhos-da-índia são os heróis e têm mais tempo de antena, mas a espécie dominante consegue ser parte integrante da história sem ser relegada para simples figurantes. São personagens secundárias como habitual nos filmes de animais para crianças.

Um filme onde os actores não comprometem e as estrelas são controladas por computador como meros efeitos especiais, só precisa de argumento para ser perfeito. Alguém se esqueceu disso. A história é banal, simples e frágil. Só dá mesmo para crianças. Lugares-comuns não faltam - relações intra-equipa, família desencontrada, mauzão que quer conquistar o mundo, vilão de identidade desconhecida - e tem explosões como é habitual em outros filmes produzidos por Bruckheimer. A adrenalina está bem medida (dose infantil, claro) e a acção é variada e divertida. Para o público adulto é entretenimento garantido das primeiras vezes... a que muitas se seguirão. Seguramente será um filme a rever na TV em muitas tardes de domingo.

O filme foi feito em 3D, deve ser melhor em 3D, mas não tem cenas exclusivas para essa tecnologia. Tirando as esferas a dar gigantescos saltos sobre a cabeça pode ser visto a duas dimensões sem prejuízo do espectador.

Título Original: "G-Force" (EUA, 2009)
Realização: Hoyt Yeatman
Argumento: Cormac e Marianne Wibberley (história de Hoyt Yeatman)
Intérpretes: Sam Rockwell (voz), Penelope Cruz (voz), Tracy Morgan (voz), Nicolas Cage (voz), Jon Favreau (voz), Bill Nighy, Zach Galifianakis, Steve Buscemi (voz)
Fotografia: Bojan Bazelli
Música: Trevor Rabin
Género: Acção,Aventura,Família,Fantasia
Duração: 88 min.
Sítio Oficial: http://disney.go.com/disneypictures/gforce/

Sem comentários: