10 de agosto de 2010

"Away We Go" por Nuno Reis

Sam Mendes tem-nos presenteado com imensos filmes de qualidade invejável. Desde "American Beauty" até "Revolutionary Road" é daqueles casos em que, mesmo não sabendo nada sobre o nosso país, dizemos com orgulho que é luso-descendente. Este ano o seu grande filme era uma pequena produção sobre um casal em busca de um lugar para viver.

Verona e Burt esperam um filho, mas quando os pais dele anunciam que vão partir para umas longas férias na Bélgica, os jovens apercebem-se que estão num sítio de que não gostam apenas pelo conforto que a família perto proporcionava. Estando essa garantia desfeita, decidem partir em busca de um novo cantinho a que chamar casa. Vão visitar diversas cidades recomendadas por familiares, pseudo-familiares, amigos e ex-colegas de trabalho. Em todas essas vão encontrar os conhecidos e uma realidade que as palavras não conseguem descrever. Vão ainda perceber porque estão juntos e que aquilo que procuram não é uma casa, mas um lar e para isso apenas dependem deles mesmos.

Um grande realizador não precisa de fortunas para fazer filmes. Por vezes basta um argumento em condições, actores competentes e algumas câmaras. Este trabalho fica atrás das produções maiores a que Mendes nos acostumou, mas só por surpreender na sua simplicidade. Uma história séria com um pouco de ternura, um pouco de humor e uma importante mensagem a transmitir. Grande trabalho do duo de actores (John Krasinski e Maya Rudolph) nesta odisseia a dois e meio. Contudo o momento mais louco foi confiado a Maggie Gyllenhaal e ela quebra quaisquer renitências ao riso que um espectador mais teimoso tenha.

É um filme a que pode ser dado pouco valor inicialmente, mas que permanece na memória. Este casal deve servir de exemplo a muitos outros, seja na busca de um lar (dilema cada vez mais frequente nesta aldeia global onde vivemos) ou na constituição de uma família. As situações absurdas em que se envolvem provavelmente não serão enfrentadas por ninguém, mas as discussões relacionais e as decisões a tomar são do dia-a-dia. De louvar que optem sempre por seguir em frente, sem medo de arriscar, em vez de voltarem ao lugar onde sabem que podem ser felizes.

Título Original: "Away We Go" (EUA, Reino Unido, 2009)
Realização: Sam Mendes
Argumento: Dave Eggers e Vendela Vida
Intérpretes: John Krasinski, Maya Rudolph, Catherine O'Hara, Jeff Daniels, Maggie Gyllenhaal
Fotografia: Ellen Kuras
Música: Alexi Murdoch
Género: Comédia, Drama, Romance
Duração: 98 min.
Sítio Oficial: http://www.filminfocus.com/focusfeatures/film/away_we_go/

2 comentários:

João Samuel Neves disse...

Já vi o filme há uns tempos! Achei-o um filme levezinho, que se vê muito bem e com uma bonita história de amor.
Concordo com a tua nota! ;) Abraço!

Visita-nos: dialpforpopcorn.blogspot.com

Nuno disse...

Também vi este há muito, na antestreia (obrigado Take). Mas só no fim-de-semana tive oportunidade de escrever.

Muito outros textos antigos vão ser publicados esta semana. Hoje "The Time Traveler's Wife", amanhã "Kick-Ass"...