4 de agosto de 2010

"Valentine's Day" por Nuno Reis

Há algumas datas que pelo seu significado deviam ser dedicadas às pessoas. Essas mesmas datas pelo valor comercial são dedicadas às compras. As principais são sem dúvida o Natal e o Dia dos Namorados, dias em que se demonstra o amor pelos outros comprando coisas. Os filmes sobre o Natal são muitos, mas na última década destaca-se “Love Actually” do grande Richard Curtis. Claro que os americanos tinham de tentar competir com isso e a resposta chegou uns anos depois, com “Valentine’s Day”.

Estamos no dia 14 de Fevereiro, Dia de São Valentim, e uma enorme quantidade de casais pretende festejar o dia. Seja com um pedido de casamento, um pedido de namoro, a primeira vez, ou a primeira zanga, vinte pessoas vão ter um dia inesquecível. Claro que com tantas personagens divididas entre relações a dois e triângulos amorosos, não sobra muito tempo para cada história pelo que apenas se consegue um vislumbre de cada situação.

Era bastante óbvio que uma versão americana do já referido filme britânico a ser feita sairia das mãos de Garry Marshall, rei do romance em formato blockbuster. Trouxe o seu actor fetiche Hector Elizondo, trouxe as suas princesas repetentes Julia Roberts e Anne Hathaway, juntou uma quantidade absurda de estrelas, mexeu e eis o resultado.
Um espectador que não encontre neste mega-elenco um dos seus actores favoritos é demasiado exigente. O problema é que em poucos casos verá esse actor num papel aceitável. Ashton Kutcher é o elo central da história como o florista de serviço neste dia atarefado. Jennifer Garner também tem um papel interessante e de tamanho aceitável, e Anne Hathaway tem uma personagem fenomenal. Para ver qualquer outro em condições há filmes melhores.

É daqueles casos em que o cinema peca por excesso. Com menos histórias poderiam aprofundar melhor algumas delas. Talvez assim se percebesse que nenhuma delas tem verdadeira substância. Com menos estrelas teria melhores actores (apenas sorrir para as câmaras não é representar) e isso combinado daria um filme melhor. Termina com umas revelações não muito surpreendentes que um espectador mais atento poderia deduzir se não houvesse tanto fogo de artifício a toldar o raciocínio.
Funcionará perfeitamente todos os anos como filme de São Valentim, mas o resto do ano será difícil encontrar predisposição para assistir.

Título Original: "Valentine's Day" (EUA, 2010)
Realização: Garry Marshall
Argumento: Katherine Fugate, Abby Kohn e Marc Silverstein
Intérpretes: Jessica Alba, Kathy Bates, Jessica Biel, Bradley Cooper, Eric Dane, Patrick Dempsey, Hector Elizondo, Jamie Foxx, ennifer Garner, Topher Grace, Anne Hathaway, Carter Jenkins, Ashton Kutcher, Queen Latifah, Taylor Lautner, George Lopez, Shirley MacLaine, Emma Roberts, Julia Roberts, Bryce Robinson, Taylor Swift, Matthew Walker
Fotografia: Charles Minsky
Música: John Debney
Género: Comédia, Drama, Romance
Duração: 125 min.
Sítio Oficial: http://www.valentinesdaymovie.com/

Sem comentários: