8 de novembro de 2010

"The Life and Death of a Porno Gang" por Diego Vázquez


O filme esteve presente no MotelX e em Sitges. A crítica foi publicada na Sci-Fi World a 13 de Outubro.



Enquanto esperamos a chegada de "A Serbian Film", o pré-anunciado escândalo do festival, é-nos servido como entrada este também polémico filme sérvio de Mladen Djordjevic. Represntando de relevo da nova secção extrema que nasceu no festival chamada "Novas Visões: Ficção Negra", "The Life and Death of a Porno Gang" é um filme que leva ainda mais longe o novo apogeu dos discursos cinematográficos sobre a violência que estão a inundar o festival. Neste caso estamos perante uma proposta muito interessante, não tanto pela selvajeria das suas imagens (que também tem) como pela mistura ousada e crua de género e histórias a que recorre.

O filme começa muito mais centrado no sexo do que na violência, através da história de um realizador em início de carreira que não consegue encontrar ninguém para financiar os seus projectos e portanto decide meter-se na indústria pornográfica. Para isso reune um grupo dos indivíduos mais heterógeneos e gastos, formado por pobres almas do submundo que se prestam a interpretar para ele um espectáculo porno-cabaret, que o realizador leva em tournée por aldeias recônditas da Sérvia, para estupefacção dos aldeões.

Durante a primeira metade do filme o tom relembra o que foi apresentado por Paul Thomas Anderson em "Boogie Nights", ou por Lukas Moodysson em "Together", onde o amor, a ingenuidade e a vontade de fazer algo da sua vida miserável, movem umas desgraçadas personagens sem problemas em se exporem de forma franca e desinibida para um público claramente hostil.

Mas quando um diabólico produtor convence o jovem realizador a dar mais um passo no seu estranho espectáculo adicionando-lhe a morte em directo de pobre desgraçados com ânsias suicidas ou com graves necessidades económicas e convertendo-o assim num snuff-porn, o filme tem uma grande mudança para o drama. Infelizmente essa parte final foi menos conseguida do que a anterior e também menos fresca, embora não tenha perdido todas as boas ideias.

O aspecto marcadamente pobre e sujo que o filme mostra nas suas formas, a explicitude sexual repleta de nus que o povoa e o atrevimento que inunda as suas imagens, combinam-se com uma frescura e energia narrativa que proporciona a este cinema que surge na Europa de Leste a sua grande personalidade transgressora.
Que sabe se este não ficará como o exemplo mais emblemático desta nova onda cinematográfica, já que não estamos perante um filme redondo ou para todos os gostos, mas sim perante uma história muito mais humana e sensível do que poderia parecer à primeira vista e que sabe criar com o público apesar do extremismo da sua proposta.

Zivot i Smrt Porno BandeTítulo Original: "Zivot i Smrt Porno Bande" (Sérvia, 2009)
Realização: Mladen Djordjevic
Argumento: Mladen Djordjevic
Intérpretes: Mihajlo Jovanovic, Ana Acimovic, Predrag Damnjanovic, Radivoj Knezevic, Srdjan Jovanovic
Fotografia: Nemanja Jovanov
Género: Aventura, Drama, Horror, Thriller
Duração: 90 min.

Sem comentários: