26 de outubro de 2010

Mostra de Avanca nos Açores


Como os Açores são uma terra de muitas vacas, é perfeitamente natural que o festival de Avanca se tenha clonado para lá. Deixamos aqui os nossos votos de sucesso a ambos os festivais e a nota de imprensa.

O Teatro Ribeiragrandense na Ilha de S. Miguel nos Açores acolhe pela primeira vez um Festival de Cinema de Curtas-Metragens, exibindo uma extensão do Festival Internacional de Cinema de AVANCA.


De 28 a 30 de Outubro, a cidade da Ribeira Grande recebe uma selecção de filmes com sessões às 10h, 14h e 21h, constituídas por obras produzidos na Europa, América e Ásia, que tiveram a sua estreia em Portugal no Festival AVANCA.


A realização desta mostra de cinema alternativo tem por principais objectivos, como justificou o presidente da autarquia açoriana Ricardo Silva, “diversificar a oferta cultural da Ribeira Grande, dar início a um novo evento ligado à sétima arte e ainda devolver uma das vocações do Teatro Ribeiragrandense, a exibição de cinema”.


O evento dá particular relevo ao cinema português de curta-metragem, exibindo alguns dos filmes nacionais mais premiados no estrangeiro, como é o caso de “Um Gato Sem Nome” de Carlos Cruz, “O Acidente” de André Marques e Carlos Silva, “O Relógio de Tomás” de Cláudio Sá e “Timor Loro Sae” de Vítor Lopes.


Ribeira Grande exibirá ainda a primeira longa-metragem de ficção produzida nos Açores, “O Hotel da Noiva” de Bernardo Cabral, exibido anteriormente no panorama do Festival AVANCA e que aqui estreará uma nova versão.


Tal como o festival do continente, também o evento da Ribeira Grande será marcado por um workshop que acompanha o festival. Voltado para os actores da ilha, António C. Valente orientará um espaço experimental sobre “O Trabalho do Actor de Cinema”.


O festival de Avanca, que este ano comemorou a sua 14ª edição, reúne anualmente filmes em estreia nacional e vários em estreia mundial (originários dos cinco continentes), cineastas e investigadores das áreas dos estudos fílmicos e da comunicação audiovisual. Este é ainda um espaço único na Europa, onde acontecem workshops internacionais com nomes cimeiros do cinema e do audiovisual mundial, de onde saíram obras exibidas e distinguidas em diversas manifestações internacionais.


Organizado pela Câmara Municipal da Ribeira Grande, o Festival de Curtas-Metragens tem a participação da Cineact, do Teatro Ribeiragrandense e do Cine-Clube de Avanca.

Sem comentários: