2 de junho de 2011

"Everyone Says I Love You" por Nuno Reis


Já disse a pontaria que Woody Allen tem quando faz o casting para um filme? Como nunca é demais repetir aqui fica outra vez, o homem quando quer tem um elenco dos diabos. Nesta nova comédia romântica volta a formar uma constelação com alguns dos maiores nomes que qualquer realizador podia desejar.
Everyone Says I Love You

Ao próprio e ao habitual Alan Alda juntam-se Goldie Hawn, Julia Roberts, Drew Barrymore, Natalie Portman, Edward Norton, Billy Crudup, Tim Roth e Lukas Haas. Mas mesmo com esta gente toda a protagonista é apenas Natasha Lyonne. Antes que me esqueça, "Everyone Says I Love You" é um musical e quase todos eles cantam esta música.

O filme abre com DJ (Lyonne) a dizer logo muito honestamente "We are not the typical kind of family you find in a musical comedy". Não, nem os Dandridge são uma família normal, nem a comédia musical voltará a ser a mesma depois de Allen.
Everyone Says I Love You

DJ é filha de Joe Berlin (Allen) e Steffi (Hawn) que depois se casou com Bob Dandridge (Alda). Joe tem uma excelente relação com os Dandridge e continua a passar muito tempo com a filha. Os restantes filhos do novo casal são Skylar (Barrymore), Laura (Portman), Lane (Gaby Hoffman) e Scott (Haas). DJ e as amigas costumam espiar consultas de psiquiatria dadas pela mãe de uma delas e uma vez, em férias com o pai na Europa, encontra uma das pacientes (Roberts). Dando dicas ao pai sobre o que ela gosta e detesta, consegue que Joe se molde de forma a encontrar uma alma gémea.
Joe namora com "uma mulher de sonho", Skylar está praticamente casada com Holden (Norton), as duas irmãs mais novas vagueiam nas paixões de adolescência, Steffi adora as causas perdidas como o prisioneiro que reabilitou (Roth). Todos amam, todos sofrem, todos cantam.
Everyone Says I Love You

É um filme que se vê com gosto por horas a fio. Ninguém é verdadeiramente cantor (Goldie Hawn foi proibida de cantar bem) e isso nota-se nas interpretações musicais, capazes de fazer um qualquer artista de chuveiro achar-se digno de ir actuar de imediato na televisão. Como por cá isso já acontece sem necessidade de incentivos, deixem-se ficar a ver o filme e experimentem noutro dia a carreira musical na TV.
Foi para filmar esta história que Allen finalmente abandonou a zona de conforto dos EUA e partiu para Veneza e Paris. Dividiu a narrativa pelas suas duas cidades de eleição, Paris e NY, juntou muita nostalgia, muitos corações partidos, muita música, um pouco de Groucho et voilá, obra-prima instantânea. Repleto de momentos memoráveis, músicas familiares e um fluxo contínuo daquele humor habitual em Allen que camufla grandes verdades, é um feel good movie com tanto de simples como de maravilhoso.


Everyone Says I Love YouTítulo Original: "Everyone Says I Love You" (EUA, 1006)
Realização: Woody Allen
Argumento: Woody Allen
Intérpretes: Woody Allen, Natasha Lyonne, Goldie Hawn, Alan Alda, Drew Barrymore, Tim Roth, Edward Norton, Julia Roberts, Natalie Portman, Billy Crudup
Música: Dick Hyman
Fotografia: Carlo Di Palma
Género: Comédia, Musical Romance
Duração: 101 min.

1 comentário:

ArmPauloFer disse...

Parabéns pela critica a este filme. Concordo TOTALMENTE!!!

É de eleição absoluta nos melhores filmes de W.Allen. Classifico-o por 8,5/10 porque é impecável!
Uma surpresa avassaladora e confesso que me arrebatou mais que o Midnight In Paris.