11 de maio de 2011

"Annie Hall" por Nuno Reis

Frase dita pelo homem que viria a ganhar o Oscar de melhor filme, argumento e realizador: "What's with all these awards? They're always giving out awards. Best Fascist Dictator: Adolf Hitler."
Annie Hall

"Annie Hall" foi o filme que imortalizou Allen e Keaton. No meio de uma carreira preenchida como poucas, destacar um filme acima de outros é ridículo. Em "Annie Hall" há uma nova história de amor entre estes dois actores. A relação oficial terminou nos tempos de "Play It Again, Sam", mas Keaton ainda era das musas favoritas de Allen e entrou num total de oito filmes do cineasta.
Annie Hall

Aqui temos uma relação diferente de todas as que já foram interpretadas por eles. Woody interpreta um cinéfilo de bom gosto. Diane é uma pretendente a cantora muito espontânea. Conhecem-se num jogo de ténis e depressa a relação de amizade é trocada por algo mais sério. O casal incompatível irá enfrentar todos os desafios de não terem sido feitos um para o outro numa tentativa desesperada de mostrar que são.
Annie Hall

O que tem de diferente este romance? A subtileza com que Alvy consegue um beijo merece um gigantesco aplauso. É uma perfeita combinação de auto-estima, confiança e descaramento. E na fila de cinema há um momento simplesmente perfeito, uma resposta que milhões de outros gostariam de ter conseguido aplicar tão convincentemente. Os momentos a dois, enfrentando lagostas ou aranhas fazem parte da magia real de ser um casal, ou um ex-casal. E aqui também se fala de abandonar o conforto de uma cidade para se ir em busca do amor. Porque o maior amor de Allen é a cidade e nada mais importa. Quanto à indústria da Costa Oeste diz apenas "That's because they don't throw their garbage away, they turn it into television shows."
Annie Hall

No fundo é mais um daqueles filmes de retalhos que Allen faz tão bem, mas onde a história principal é enternecedora e as pequenas histórias são sublimes. "Annie Hall" é um filme que ao primeiro visionamento pode não impressionar, considerando todo o deslumbramento causado. Mas Annie e os seus "la di da" vão entrando de forma subtil no imaginário e, no meio de tantos filmes, é dos que causa melhores lembranças, ao contrário de outros cujo visionamento é uma experiência muito agradável, mas dias depois não se recorda nem se distingue no meio da vasta cinematografia com temática similar. É do mais autobiográfico que alguém já fez e extremamente honesto, contra tudo e todos.

Annie HallTítulo Original: "Annie Hall" (EUA, 1977)
Realização: Woody Allen
Argumento: Woody Allen, Marshall Brickman
Intérpretes: Woody Allen, Diane Keaton, Tony Roberts
Fotografia: Gordon Willis
Género: Comédia, Drama, Romance
Duração: 93 min.
Sítio Oficial: http://www.mgm.com/view/Movie/76/Annie-Hall/

Sem comentários: