7 de maio de 2011

"Unknown" por Nuno Reis

Será demasiado afirmar que a pergunta mais famosa da literatura nacional é a "Quem és tu?" colocada ao romeiro em "Frei Luís de Sousa"? A noção do ser é muito pertinente e nesta era de identidades virtuais e em que a nossa informação mais sensível está completamente disseminada pelo mundo, a pergunta ganha força. Com uma rápida pesquisa obtemos nomes, moradas, números, datas e imagens de uma determinada pessoa. Mas podemos até conhecê-la por anos e nunca saber realmente quem ela é.

Liam Neeson é Dr. Martin Harris, um biotecnólogo americano convidado para uma conferência sobre o tema em Berlim. Após um acidente e um coma de dias, acorda e pergunta pela mulher. Como ela não estava presente, vai para o hotel onde estavam hospedados, uma das poucas memórias que lhe restam. Ao chegar lá a mulher não o reconhece e existe outro Martin Harris com as mesmas memórias. Iludindo a segurança do hotel vai abandonar as instalações em liberdade e investigar por conta própria porque lhe roubaram a vida e porque toda a informação existente diz que ele não é quem afirma ser. Apega-se a um livro deixado pelo pai para procurar um sentido na sua vida. Apenas então vai ter perguntas suficientes e contratar um detective para se descobrir.

Esta história foi tirada do livro "Hors de Moi" de Didier Van Cauweleart, mas pode ser vista como uma interpretação à letra da popular canção "E Depois do Adeus": "Quis saber quem sou/O que faço aqui/Quem me abandonou/De quem me esqueci/Perguntei por mim/Quis saber de nós". Pior do que deixar de existir e não ser reconhecido pelos pares, é a sua mulher estar com outro. Isso, e aquele detalhe chato de todos o acharem maluco e o tentarem prender, matar ou algo do género.

Depois de um poderoso "Taken", Liam Neeson repete a dose e prova que com a idade se fica mais predisposto para filmes de acção. Este filme não chega completamente ao nível do título referido atrás, mas o estilo muito particular de Collet-Serra e a enorme interpretação de Ganz dão ao filme tudo o que lhe poderia faltar. Depois disso há umas cenas quase obrigatórias para um filme americano de acção, um twist, algumas explicações do que devia ser básico e um final forçado. Fica a recordação do magnífico trabalho de Ganz que personifica os lutadores da Guerra Fria, a depressão colectiva da Alemanha de Leste e toda uma época e um povo. É por isso que ele é o maior actor do seu país.

UnknownTítulo Original: "Unknown" (Alemanha, Canadá, EUA, França, Japão, Reino Unido, 2011)
Realização: Jaume Collet-Serra
Argumento: Oliver Butcher, Stephen Cornwell (livro de Didier Van Cauwelaert)
Intérpretes: Liam neson, Diane Kruger, January Jones, Aidann Quinn, Bruno Ganz, Frank Langella
Música: John Ottman, Alexander Rudd
Fotografia: Flavio Martínez Labiano
Género: Acção, Drama, Mistério, Thriller
Duração: 113 min.
Sítio Oficial: http://unknownmovie.warnerbros.com/

Sem comentários: